R7 - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

31 de Outubro de 2014

Notícias

Hospital Rocha Faria funciona normalmente;
problema em subestação provocou apagão

Sem luz por mais de hora, unidade transferiu seis pacientes na terça-feira

Do R7, com Rede Record | 14/12/2011 às 08h40 | Atualizado em: 14/11/2011 às 11h20
Publicidade

O Hospital Estadual Rocha Faria, em Campo Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro, funciona normalmente nesta quarta-feira (14).

No fim da tarde de terça-feira (13), um apagão de pouco mais de uma hora atingiu a unidade. A energia só foi restabelecida por volta das 19h. Houve tumulto e correria no local, mas ninguém ficou ferido.

Em entrevista ao telejornal RJ no Ar, da Rede Record, nesta manhã, o diretor do hospital, José Jorge Macedo, disse que uma pane elétrica na subestação de energia do hospital, que passa por reformas, impediu que o gerador recebesse energia elétrica tanto da Light (concessionária de energia elétrica do Rio) quanto da própria subestação.

Seis pacientes foram transferidos para outras unidades de saúde por conta do problema. A Secretaria de Saúde chegou a pedir que a população evitasse procurar os serviços do Rocha Faria na noite de terça, mas nesta quarta-feira não há qualquer restrição.

Muitos parentes de pacientes internados na unidade foram ao local em busca de notícias. Por volta das 8h30, o clima já era de aparente tranquilidade.

Em março do ano passado, um apagão nos hospitais Pedro Segundo, em Santa Cruz, e Albert Schweitzer, em Realengo, pode ter causado a morte de três pacientes que estavam internados.

Assista ao vídeo:


 
Veja Relacionados:  Pane, elétrica, apagão, hospital Rocha Faria
Pane  elétrica  apagão  hospital Rocha Faria 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS