R7 - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

24 de Abril de 2014

Notícias

Moradores usam faixas e móveis danificados pela chuva para protestar em Xerém

Prefeito de Caxias vai a Brasília para formalizar pedido de recursos

Do R7 | 08/01/2013 às 12h37

Publicidade

Moradores do distrito de Xerém, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, usaram , nesta terça-feira (8),  móveis e pertences danificados para protestar pedindo mais ações do poder público para a recuperação da região atingida pela chuva. A enchente deixou dois mortos.

Em uma casa, o morador colocou uma faixa que dizia “Ponto turístico. Venha conhecer nossas tragédias: aceitamos doação de uma casa.”

Num outro ponto do distrito, uma mesa com duas bonecas servia de suporte para dois cartazes. Um deles trazia a seguinte frase “Governo, enquanto houver famílias, há esperança”. O outro cartaz dizia. “Ainda há esperança em meio ao monturo”.

 protesto

Mesa e cadeiras foram parar no meio do rio; cartazes revelam esperança de dias melhores (Jadson Marques / R7)

Ajuda federal

O prefeito de Duque de Caxias, Alexandre Cardoso, afirmou, na manhã desta terça-feira (8), que irá a Brasília ainda esta semana tratar com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, o recebimento da verba para o pagamento do aluguel social para as vítimas da chuva. Segundo o prefeito, a ideia é que as pessoas que tiveram suas casas afetadas pelas chuvas comecem a receber o aluguel social no início da segunda quinzena de janeiro.

O prefeito anunciou que vai solicitar R$ 30 milhões ao Ministério da Integração Social para o pagamento do aluguel social como também a recuperação de ruas e estradas da região. O aluguel social, segundo disse Alexandre Cardoso, será de R$ 500 e pago para cerca de 150 pessoas.Alexandre Cardoso afirmou também que conversará com o ministro sobre a urbanização das áreas afetadas pelo temporal.

O prefeito disse também que dez casas já foram destruídas em Xerém nas margens do Rio Capivari, outras 30 serão derrubadas nos próximos quatro dias e, em duas semanas, o número deve chegar a 150.

Alexandre Cardoso explicou que depende ainda de um decreto do governador Sérgio Cabral para começar a pagar a indenização de R$ 5 mil a cerca de 300 famílias para que estas comprem eletrodomésticos e móveis que foram destruídos durante as chuvas.

Durante visita a Xerém nesta manhã, o prefeito de Duque de Caxias, atendendo pedidos de moradores, determinou que a Secretaria de Obras retire a lama e carros empilhados da rua Hilário de Souza Bastos.

Assista ao vídeo:

 


Veja Relacionados:  Moradores, usam, faixas, móveis, danificados, chuva, protestar, Xerém
Moradores  usam  faixas  móveis  danificados  chuva  protestar  Xerém 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS