R7 - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

22 de Julho de 2014

Notícias

Na internet, amigos lamentam suposta morte e fazem homenagens a DJ Chorão

Ele teria sido assassinado por traficantes do Complexo da Maré

Do R7 | 27/09/2012 às 13h06 | Atualizado em: 27/09/2012 às 16h43
Publicidade

O possível assassinato de Raphael Rodrigues Paixão, o DJ Chorão, desaparecido desde o último sábado (22), após um baile na favela Parque União, no Complexo da Maré, chocou parentes e amigos. Com medo, a namorada e a filha já não estão mais na comunidade. Nas redes sociais, amigos lamentam a suposta morte de Raphael.

“Saudades eternas, mano Chorão”, diz um colega de profissão. Uma outra amiga escreveu “saudades... Deus te ama”. Uma outra amiga escreveu o trecho de uma música, um dia após o desaparecimento de Raphael: “é por isso que seu povo chora, chora... sem saber se era a hora, a hora”.

No You Tube, três vídeos com cerca de 5.000 vizualizações até o meio-dia desta quinta-feira (27), homenageiam o DJ Chorão com fotos e mensagens. Dois vídeos têm um funk  como trilha sonora. Logo no início, o MC canta: “agora, olha para o lado e vê se você está vendo aquele teu mano que não está aqui hoje, que perdeu a liberdade ou que perdeu a vida no cumprimento do dever”.

No terceiro vídeo, a trilha sonora é um louvor evangélico, com fotos de Raphael com familiares, amigos e trabalhando como DJ. Um DJ comenta o trabalho feito por funkeiros em bailes dentro de favelas dominadas por traficantes:

— Eu sou um DJ que toco em quase todas as comunidades do Rio de Janeiro, desde 92. Eu já vi muita covardia, por isso saí dessa vida de baile de favela. Foi bom, mas isso não é vida para ninguém. Hoje, só faço baile de clube que se for legalizado. Chorão, meu amigo, sempre vou lembrar de você.

A Polícia Civil investiga o desaparecimento de Raphael. Segundo amigos e moradores da favela Parque União, no Complexo da Maré, ele foi vítima do “tribunal do tráfico”. O rapaz teria sido capturado, torturado e esquartejado ainda vivo por traficantes da comunidade.

DJ Chorão está desaparecido desde sábado, quando foi visto na saída de um baile no Parque União, onde morava com a namorada e a filha do casal, de dois anos. De acordo com relatos de moradores, ele foi abordado por traficantes quando chegava em casa, na rua da Paz. Ao tentar fugir, Raphael foi baleado e arrastado até a rua Brasília, onde foi morto.

Investigadores da Delegacia de Bonsucesso (21ª DP) já receberam informações as duas principais hipóteses para o crime. Há dois meses, Chorão havia começado a promover bailes em uma comunidade controlada por uma milícia, também na Maré. Ele teria sido avisado pelo tráfico para não fazer festas na região.

Outra hipótese para o crime foi a suspeita de traficantes sobre uma suposta relação de Chorão com policiais. Os criminosos desconfiaram que ele passou informações para a polícia, que recentemente fez uma operação no Parque União.

A mãe do DJ registrou o desaparecimento do filho no último domingo (23), na Delegacia de Belford Roxo (54ª DP), na Baixada Fluminense, onde ela mora. Diante das suspeitas de que ele tenha sido morto por traficantes do Parque União, o caso passa a ser investigado pela 21ª DP.

A família de Raphael está com medo. A namorada e a filha já deixaram a favela. O DJ teria sido julgado na frente dos moradores. Ele foi espancado e teve o corpo esquartejado. Em pedaços, teria sido colocado em um saco e jogado na rua Ari Leitão. A ordem para a morte teria partido do chefe do tráfico no local, Jorge Luiz Moura, o Alvarenga.

Assista aos vídeos:

HOMENAGEM DJ CHORAO por imagensrio no Videolog.tv.


 
Veja Relacionados:  incêndio, restaurante
incêndio  restaurante 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS