R7 - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

27 de Maio de 2016

Notícias

Operário que teve crânio perfurado por vergalhão passará por tratamento psicológico

Rápida recuperação de Eduardo Leite surpreendeu médicos do Miguel Couto

Evelyn Moraes, do R7 | 30/08/2012 às 13h44 | Atualizado em: 30/08/2012 às 15h32
Publicidade

A recuperação do operário Eduardo Leite, de 24 anos, que teve o crânio perfurado por um vergalhão de 2 m há 15 dias, surpreendeu os médicos do Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, zona sul do Rio de Janeiro. Segundo o diretor da unidade, Luiz Alexandre Essinger, em um caso como este, é normal que o paciente sofra algum distúrbio de comportamento. Apesar de não ter sofrido nenhum tipo de trauma, ele passará por tratamento psicológico para evitar futuras sequelas.

Com 26 anos de carreira, o médico disse que nunca viu nada igual.

— Eu já vi muita coisa nesse hospital, alguns traumas penetrantes no cérebro, mas como esse não. É o primeiro que sai tão bem. Foi um milagre realmente. Ele não teve nenhuma alteração de humor, esteve bem desde o primeiro dia de internação.

O operário recebeu alta por volta das 11h desta quinta-feira (30). Ele saiu caminhando, sorridente e sem curativos, mas não deu entrevista ao "batalhão" de jornalistas que o esperavam na recepção. Os exames demonstraram que Eduardo está bem e não teve sequela. De acordo com o diretor do Miguel Couto, ele pode levar uma vida normal.

— Pelo exame médico, até o momento, ele pode levar uma vida normal. Todos os exames demonstraram que ele está bem. O Eduardo fez uma tomografia computadorizada de controle depois da cirurgia, um exame neuropsicológico e não teve nenhuma infecção.

O operário voltará em 15 dias à unidade para uma nova avaliação médica. Segundo Essinger, ele será acompanhado por equipes de neuropsicólogos e psicólogos.

A mãe dele, Maria Leite da Silva, agradeceu a Deus por sua recuperação.

— Deus é grande. Até que enfim ele vai para casa. É uma sensação de angústia muito grande, quando soube pensei que não era nada grave, mas ele me surpreendeu com a recuperação.

Na terça-feira (28), o operário informou com exclusividade ao R7 que vai processar a empresa responsável pela obra onde ele trabalhava quando foi ferido. Na ocasião, ele disse que estar vivo é um milagre.

Assista aos vídeos:

Empresa notificada

O Crea-RJ (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro) notificou a empresa responsável pela obra no último dia 22. A direção tem até o próximo sábado (1º de setembro) para apresentar um técnico em segurança.

Ainda no dia 22, a engenheira responsável pela obra prestou depoimento de 45 minutos na Comissão de Análise e Prevenção de Acidentes do Crea-RJ. Ela teve uma de suas atividades invalidada, por ter assumido a responsabilidade técnica tanto pela obra quanto pela segurança, o que é vedado pela Câmara Especializada de Segurança do Trabalho.

Eduardo montagem

Sorridente, Eduardo chamou a atenção de quem estava no hospital ao ter alta. Foto: Evelyn Moraes/R7


 
Veja Relacionados:  operário, crânio, perfurado, alta, mãe, casa
operário  crânio  perfurado  alta  mãe  casa 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS