R7 - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

22 de Outubro de 2014

Notícias

Padrasto preso por espancar enteada até a morte já tinha batido em mulheres, diz polícia

Ele já tinha antecedentes criminais por agressão; mãe de Sthefany também foi presa

Do R7 | 26/12/2012 às 07h30
Publicidade

Preso na noite da última segunda-feira (24) por suspeita de espancar até a morte a enteada Sthefany Reis, de 8 anos, na Cidade Nova, José Carlos de Albuquerque já tinha antecedentes criminais. Segundo policiais Divisão de Homicídios, ele já tinha passagens pela polícia por agredir mulheres com quem teria se relacionado. Por saber das agressões contra a filha e não fazer nada, a mãe de Sthefany, Rosiane Reis, também foi presa. Eles deverão responder por homicídio qualificado.

Até as 7h desta quarta-feira (26), o corpo da menina ainda permanecia no IML (Instituto Médico-Legal). Familiares estiveram no local, mas não há confirmação de que houve a liberação do corpo para o enterro.

Durante a tarde da última segunda-feira, mãe e padrasto da menina foram para o Hospital Souza Aguiar, no centro, onde a criança já chegou morta. Os médicos que estavam de plantão desconfiaram de marcas de violência no corpo de Sthefany e acionaram a Divisão de Homicídios. A menina apresentava hematomas no pescoço, peito e pernas.

A criança teria sofrido ruptura no fígado e morreu em decorrência de uma hemorragia interna.

Segundo policiais da DH, vizinhos disseram ter ouvido a menina sendo espancada pouco antes de ser levada ao hospital. O padrasto preso seria alcoólatra. Ainda segundo vizinhos, a menina costumava ser agredida com frequência por causa do baixo rendimento na escola.


 
Veja Relacionados:  criança, menina, agredida, Sthefany
criança  menina  agredida  Sthefany 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS