R7 - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

26 de Novembro de 2014

Notícias

Polícia continua na favela do Jordão,
em Jacarepaguá, após operação

Cerca de 30 policiais em seis viaturas mantêm a segurança no local

Do R7 | 08/08/2011 às 06h55 | Atualizado em: 08/08/2011 às 12h05

Publicidade

A polícia continua a ocupar a favela do Jordão, no Tanque, em Jacarepaguá, na zona oeste do Rio de Janeiro, na manhã desta segunda-feira (8), após operação na comunidade no domingo (7). Um helicóptero da Polícia Civil também fazia patrulhamento aéreo na região por volta das 7h.

De acordo com informações do Batalhão de Jacarepaguá (18º BPM), cerca de 30 policiais em seis viaturas mantêm a segurança no local. Agentes do Batalhão Florestal, com auxílio de cães farejadores, fazem varredura na mata. Homens do Bope (Batalhão de Operação Policiais Especiais) também dão apoio à operação.

Segundo os agentes, não houve ocorrências na madrugada desta segunda.

Na ação de domingo, os policiais tiveram o apoio do Batalhão de Rocha Miranda (9º BPM) e prenderam um homem, suspeito de envolvimento com o tráfico. 

De acordo com a PM, outro suspeito, que teria tentado arremessar uma granada contra policiais, perdeu a mão e foi levado para o Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes, na zona norte.

De acordo com os agentes, denúncias de moradores informaram que traficantes rivais tentaram invadir a favela e estaria ameaçando a população local. Houve intensa troca de tiros na chegada da polícia ao local.

O suspeito preso foi levado para a delegacia do Tanque (41ª DP).

Assista ao vídeo: 


 
Veja Relacionados:  polícia, operação, jacarepaguá, jordão
polícia  operação  jacarepaguá  jordão 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS