R7 - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

18 de Abril de 2014

Notícias

Polícia prende homem suspeito de ter ligação
com o tráfico de drogas no Juramentinho

Duas armas foram apreendidas e PMs seguem para o morro do Juramento

Evelyn Moraes, do R7 | 05/11/2010 às 10h20 | Atualizado em: 05/11/2010 às 11h20
Publicidade

Policiais militares do Batalhão de Irajá (41º BPM), com o apoio do batalhão do Méier (3º BPM), na zona norte do Rio de Janeiro, e de unidades do CPA (Comando de Policiamento de Área) prenderam um homem suspeito de ter ligação com o tráfico de drogas durante operação nesta sexta-feira (5) no morro do Juramentinho, em Vicente de Carvalho, também na zona norte.

De acordo com o comandante do Batalhão de Irajá, o tenente-coronel Alexandre Fontenelle, duas espingardas foram apreendidas. O objetivo é combater a guerra por pontos de venda de drogas no morro da Serrinha, em Madureira, no mesmo complexo de favelas.

Os PMs seguiram para a comunidade do Juramento, que fica próxima ao morro do Juramentinho, por volta das 10h30, para tentar prender outros traficantes.

Na quinta-feira (4), a polícia realizou uma operação no Juramento e informou que bandidos do morro da Serrinha decapitaram o traficante Valmir Bernardo da Silva, conhecido com Parazão, na avenida Ministro Edgar Romero, em Madureira. Um adolescente de 16 anos foi preso com uma granada artesanal. Os policiais também fizeram uma operação no morro do Cajueiro, em Madureira, onde Parazão costumava se esconder. Na ação, dois suspeitos foram presos. Com eles, foram apreendidas uma granada e drogas.

Parazão se desentendeu com traficantes

Criado na Serrinha, o bandido era peça-chave da organização criminosa que tenta invadir o morro há cerca de um mês, com apoio de traficantes do Complexo do Alemão, também na zona norte. Segundo a polícia, ele se desentendeu com o bando e trocou de facção.

A cabeça de Parazão foi encontrada na quarta-feira em frente ao campo do morro do Cajueiro. Segundo policiais da Divisão de Homicídios, o rosto do traficante apresentava marcas de um objeto contundente. A polícia acredita que a cabeça do criminoso tenha sido cortada com ele ainda vivo.

 
Veja Relacionados:  Serrinha, Juramento, Juramentinho,
Serrinha  Juramento  Juramentinho 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS