R7 - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

17 de Abril de 2014

Notícias

Polícia identifica suspeitos de matar PM na favela da Rocinha

Diego Bruno Barbosa Henriques foi morto na quinta-feira (13) durante patrulhamento

Do R7 | 15/09/2012 às 17h31

Publicidade

A Polícia Civil do Rio já identificou os dois suspeitos de matar o soldado da PM Diego Bruno Barbosa Henriques, de 25 anos, na última quinta-feira (13), na favela da Rocinha, em São Conrado, na zona sul do Rio. Agentes da DH (Divisão de Homicídios) fazem uma operação na comunidade desde o início da manhã deste sábado (15) em busca de Rafael da Silva Barros, 18 anos, e de Ronaldo Azevedo da Cunha, 24 anos.

Na sexta-feira (14), um suspeito de participar da morte do soldado já havia sido detido pela PM. O policial foi baleado no rosto durante um patrulhamento de rotina na Rocinha. A comunidade, que foi ocupada pelas forças de segurança em novembro do ano passado, receberá uma UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) na próxima semana.

Faixa em protesto à morte do PM em Copacabana

Uma faixa em protesto à morte do PM foi estendida na praia de Copacabana, zona sul, na manhã deste sábado. A homenagem da ONG Rio de Paz trazia o nome do PM e a frase “Ele tombou pelo sonho da pacificação”.

Na madrugada deste sábado, outro policial militar foi assassinado, desta vez na Baixada Fluminense: o 2º sargento Luiz Alberto Tavares Sampaio foi baleado perto de casa, em São João de Meriti, logo após ser homenageado por bons serviços prestados à corporação.

Cabral comenta morte de PM

Pelo twitter, o governador Sérgio Cabral comentou a morte do PM na Rocinha. "O ataque de ontem na Rocinha é mais uma ação desesperada dos marginais. A diferença é que até dois anos atrás a polícia era invasora. Agora, o bandido é o invasor".

Foi a segunda morte de policiais durante o processo de ocupação da Rocinha. No dia 4 de abril, o cabo do Batalhão de Choque Rodrigo Alves Cavalcanti, de 33 anos, foi morto durante um patrulhamento. Na ocasião, um suspeito foi preso.

Em julho, o assassinato de uma policial militar em outra comunidade pacificada, no complexo do Alemão, causou comoção e mobilizou as forças de segurança do Rio. A soldado Fabiana Aparecida de Souza, de 30 anos, foi baleada em um ataque de bandidos perto da sede da UPP Nova Brasília.

 Assista ao vídeo:


 
Veja Relacionados:  rocinha, são conrado, PM, DH, operação
rocinha  são conrado  PM  DH  operação 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS