R7 - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

23 de Novembro de 2014

Notícias

Presidente do Sindicato da Guarda Municipal
diz que 32% da categoria aderiram à greve

Categoria pede melhores condições de trabalho e aumento salarial

Do R7 | 23/09/2011 às 09h59 | Atualizado em: 23/09/2011 às 16h45
Publicidade

A Guarda Municipal do Rio entrou em greve à 0h desta sexta-feira (23) mas mantém cerca de 30% dos agentes nas ruas para os eventos da cidade. De acordo com Rogério Chagas, presidente do Sisguario (Sindicato dos Servidores da Guarda Municipal do Rio de Janeiro), “oficialmente aderiram ao movimento 32% dos guardas municipais”.

- Das 15 inspetorias que temos, ainda faltam analisar outras seis.

O sindicato pede melhores condições de trabalho, aumento do piso salarial, de R$ 652 para R$ 1.200, e reestruturação do plano de carreira e do investimento nas 15 inspetorias do órgão.

Rogério Chagas afirma ainda que a situação é "caótica", principalmente, na 6ª inspetoria de Madureira, zona norte da capital fluminense.

- Há 20 anos que não se prega um prego lá. A situação está caótica. Estamos reivindicando melhores condições de trabalho há seis meses e nada foi feito. Na 6ª inspetoria de Madureira, por exemplo, os trabalhadores têm reclamado de uma obra da Transcarioca que passa dentro da inspetoria e tem muito foco do mosquito da dengue.

Ainda de acordo com o presidente do Sisguario, durante o período da paralisação, o sindicato vai manter 30% do efetivo da guarda municipal para os eventos da cidade.

- Não temos o objetivo de prejudicar nenhum evento da cidade. Vamos cumprir a lei, mantendo o efetivo que devemos manter.

Assista ao vídeo: 


 
Veja Relacionados:  Guarda Municipal,
Guarda Municipal 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS