R7 - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

27 de Maio de 2016

Notícias

Rio é a capital brasileira com maior
número de pessoas acima do peso

Mais de 50% da população da cidade precisa perder peso

Do R7 | 20/04/2011 às 16h01
Publicidade

A cidade do Rio de Janeiro, apesar de ser famosa pelo culto ao corpo, é considerada a capital brasileira com o maior número de pessoas acima do peso, quando analisado o percentual de adultos acima dos 18 anos que possuem Índice de Massa Corporal acima de 25kg/m2, de acordo com pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde.

A capital fluminense conta com 52,7% da população com sobrepeso, destes 56.5% são do sexo masculino e 49.1% do sexo feminino. Quando considerado o número de obesos, quase 16% dos cariocas estão em condições consideradas críticas.

Calcule seu IMC
Para calcular seu índice de massa corporal (IMC), divida seu peso pela sua altura (em metro) ao quadrado. Se o resultado for menor que 20, você está abaixo do peso ideal. Se o resultado der entre 20 e 25, seu peso está normal. Acima de 25 indica sobrepeso e, de 30, obesidade. Se o resultado for maior que 35, você tem obesidade mórbida.
Identifique seu grau de obesidade
IMC ( kg/m2) Grau de Risco Tipo de obesidade
18 a 24,9 Saudável Peso adequado
25 a 29,9 Moderado Sobrepeso
30 a 34,9 Alto Obesidade Grau I
35 a 39,9 Muito Alto Obesidade Grau II
40 ou mais Extremo Obesidade Grau III ("Mórbida")


De acordo com o ministério, os homens são os que mais sofrem para manter o peso, mas quando são observadas as taxas de obesidades, as mulheres ultrapassam e ganham destaque no levantamento, liderando a estatística. A principal causa do sobrepeso da população é o sedentarismo - falta de atividade física aliada a uma má alimentação. 




Deborah Malta, coordenadora de Vigilância de Agravos e Doenças Não Transmissíveis, da Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, explica que o expressivo crescimento no número de pessoas com sobrepeso e obesidade, em um curto período, é uma tendência mundial.

- A ocorrência do excesso de peso decorre do sedentarismo e de padrões alimentares inadequados. Essa é uma tendência mundial e o Brasil não está isolado. Ela é um reflexo do baixo consumo de alimentos saudáveis como frutas, legumes e verduras e do uso em excesso de produtos industrializados com elevado teor de calorias, como gorduras e açúcares, além de baixos níveis de atividade física.

Os dados do Ministério da Saúde revelaram que, em âmbito nacional, quase metade da população brasileira adulta (48,1%) está acima do peso e 15% são obesos. Há cinco anos, a proporção era de 42,7% para excesso de peso e 11,4% para obesidade.


Veja Relacionados:  obesos, peso, índice de massa corporal,
obesos  peso  índice de massa corporal 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS