R7 - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

1 de Outubro de 2014

Notícias

Santo Antônio de Pádua tem 12 mil
desalojados, cerca de 30% da população

Todos os bairros estão embaixo d'água, só dá para andar na cidade de barco

Do R7, em Campos | 04/01/2012 às 13h21
Publicidade

Mais de 12 mil pessoas estão desalojadas em Santo Antônio de Pádua, no noroeste do Estado do Rio de Janeiro. A informação foi divulgada no início da tarde desta quarta-feira (4) pelo Secretário de Meio Ambiente e Defesa Civil da cidade, Ângelo Alberto Figueiredo. O município tem 40.598 habitantes de acordo com o Censo 2010, do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Veja imagens da chuva nas cidades do Norte e Noroeste do Estado

- São mais de 12 mil desalojados e mais de 300 desabrigados. Não tenho como saber os números exatos. Todos os bairros estão debaixo d’água, só dá para andar de barco. As pessoas estão presas no segundo andar das casas ou nos abrigos públicos.

Os desabrigados estão no Parque de Exposições do Município, nas duas igrejas e duas escolas da cidade que ficam nas áreas mais altas. Até a manhã desta quarta-feira, de acordo com a Defesa Civil Estadual, eram 3.500 desalojados e 70 desabrigados.

A Cruz Vermelha e a Defesa Civil de Campos dos Goytacazes estão doando água e leite para a população de Santo Antônio de Pádua. O secretário informou a Secretaria de Assistência Social está distribuindo alimento para os desabrigados.

- Mas precisamos de doações, principalmente de leite em caixinha e água.

Veja os estragos causados pela chuva no Rio

Chuvas deixam dois mortos no interior do Estado do Rio

Santo Antônio de Pádua é uma das cinco cidades que vão decretar estado de emergência ainda nesta quarta-feira (4). De acordo com dr. Ângelo, até o momento não houve o registro de nenhuma morte no município e apenas um pequeno deslizamento de terra sem grandes consequências.

- Nosso problema todo foi o transbordamento do rio [Pomba].

Na manhã desta quarta-feira, o nível de transbordamento do rio Pomba chegou a 2,34 m.

A Secretaria Estadual de Saúde vai montar na cidade e em Italva duas unidades de saúde para substituir as que ficam muito próximas ao leito do rio e sofrem com enchentes. O secretário Sérgio Cortes esteve no noroeste do Estado nesta quarta-feira para visitar as cidades afetadas.

Mais de 20 mil expulsos de casa

De acordo com o último levantamento da Defesa Civil estadual, divulgado no início da tarde desta quarta-feira, são mais de 20 mil pessoas fora de casa nos nove municípios mais afetados pelas chuvas. Veja a situação de cada cidade:

Santo Antônio de Pádua – 12.000 desalojados e 300 desabrigados
Laje do Muriaé – 2.000 desalojados e 83 desabrigados
Itaperuna – 5.000 desalojados e 70 desabrigados
Italva – 320 desalojados e 70 desabrigados
Cardoso Moreira – 302 desalojados e 70 desabrigados
Aperibé – 250 desalojados
Campos dos Goytacazes - 140 desabrigados
Cambuci – 115 desalojados e 20 desabrigados
Porciúncula - 2 desalojados e 2 desabrigados


 
Veja Relacionados:  chuva, cheia, rio, norte
chuva  cheia  rio  norte 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS