R7 - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

24 de Abril de 2014

Notícias

Testemunha revela detalhes sobre sequestro de policial civil na zona oeste do Rio

Polícia civil teria sido espancado por bando armado com pistolas e fuzis

Do R7, com Balanço Geral | 05/02/2013 às 11h18
Publicidade

Uma testemunha revelou detalhes sobre o sequestro do policial civil Civil Sérgio Lopes de Souza Júnior. A agente teria sido sequestrado e levado para o interior da comunidade de Antares, em Santa Cruz, na zona oeste do Rio de Janeiro, no final de janeiro.

De acordo com o homem, que não quis se identificar, o policial foi  espancado por um bando armado com pistolas e fuzis.

— Cerca de 15 homens armados com fuzis e pistolas começaram a assaltar alguns carros. Quando eles viram que um era policial começaram a espancá-lo. Era muito bandido, não tinha nem como ele pedir ajuda.

A testemunha, que estava em um ônibus indo para o trabalho, resolveu contar o que sabe para tentar amenizar o drama da família.

— Eu resolvi falar porque vi a situação da família e se fosse comigo ou com algum parente meu eu ia querer que alguém fizesse alguma coisa.

Polícia encontra corpo carbonizados

Policiais da DH (Divisão de Homicídios) encontraram, na manhã desta terça-feira (5), corpos carbonizados durante operação na favela de Antares, na zona oeste do Rio de Janeiro. O objetivo da ação era tentar localizar o policial Sérgio Lopes de Souza Júnior, de 32 anos, que teria sido sequestrado por traficantes da comunidade.

Os restos mortais vão passar por exames de DNA para vereficar se pertencem ou não ao agente raptado.

Assista ao vídeo:

 


 
Veja Relacionados:  testemunha, revela, detalhes, sequestro, policial, civil, zona oeste
testemunha  revela  detalhes  sequestro  policial  civil  zona oeste 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS