• Twitter Created with Sketch.

Rio de Janeiro

Protesto lembra 1 ano de queda de ciclovia do Rio

Crea-RJ identificou falhas construtivas em acidente que deixou dois mortos  

Do R7, com Record TV Rio

Manifestantes cobraram respostas do poder público
Manifestantes cobraram respostas do poder público Reprodução

Um ano após a queda de uma parte da ciclovia Tim Maia, manifestantes fizeram um ato na praia de São Conrado na manhã desta sexta-feira (21) para lembrar a tragédia e cobrar respostas do poder público. O acidente deixou dois mortos. Ao todo, 14 pessoas foram indiciadas por homicídio culposo pelo desabamento da estrutura. 

Em março deste ano, o Crea-RJ (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro) recomendou o fechamento do trecho da da ciclovia entre São Conrado e o Leblon entre os meses de abril e agosto, quando ressacas são mais comuns na orla. O Crea sugeriu ainda que obras de reparação da estrutura sejam feitas nesse período, e que estudos hidrológicos aprofundem o conhecimento sobre as ondas no local.

Em 21 de abril de 2016, uma forte onda derrubou parte da ciclovia, que custou R$ 45 milhões, quatro meses após a inauguração. O acidente matou o engenheiro Eduardo Marinho de Albuquerque e o gari comunitário Ronaldo Severino da Silva.

Forte onda atingiu a ciclovia Tim Maia e derrubou parte da estrutura
Forte onda atingiu a ciclovia Tim Maia e derrubou parte da estrutura Carlos Eduardo Cardoso/Agência O Dia

Causas da tragédia

Uma onda de mais de quatro metros atingiu a bandeja da ciclovia, que foi derrubada enquanto os pedestres e ciclistas transitavam sobre ela. Segundo o Crea, o acidente aconteceu em razão do projeto não ter previsto que as ondas pudessem chegar à bandeja.

O Crea identificou falhas construtivas como a incompatibilidade de materiais na execução da obra, se considerado o ambiente agressivo em que ela foi erguida. A falha gerou fissuras em pilares, corrosão da estrutura metálica e problemas na junção das bandejas por onde passa a ciclovia.

  • Espalhe por aí:

Vídeos

Carregando

Twitter

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log