Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

28/1/2014 às 15h31 (Atualizado em 28/1/2014 às 16h14)

Testemunhas relatam acidente na linha Amarela

Quatro pessoas morreram e ao menos cinco ficaram feridas com queda de passarela

Do R7, com Agência Brasil

Moradores de comunidades à beira da linha Amarela, na zona norte, testemunharam, nesta terça-feira (28), o acidente que provocou o desabamento de uma passarela e esmagou carros. Quatro pessoas morreram e ao menos cinco ficaram feridas.

Residente na Comunidade Cardim, Luís Felipe Silva de Lima, acordou com o estrondo. Ele correu para verificar o ocorrido e se deparou com uma vítima que caiu da passarela e foi parar no valão. Ele conta que os moradores rapidamente providenciaram uma corda para tirar a pessoa dos escombros.

— Quando cheguei para ver perto do rio, tinha um cara lá, com a cabeça dentro da água, tentando tirar, mas passou pelo menos uns cinco minutos submerso. Descemos com uma corda, rasgamos a mão toda, e botamos ele em cima de uma pilastra dos escombros, mas como o resgate não chegava ele não resistiu. A gente não sabia mais o que fazer.

A preocupação dele é com o tráfego intenso entre as comunidades dos dois lados da pista, da favela do Rato — ou Águia de Ouro — e Cardim.

— Se fosse durante o período de escola, teria muito mais vítima entre os mortos.

O gari Ricardo Guilherme dos Santos também foi um dos primeiros a chegar ao local.

— Estava no posto e, primeiro, ouvi o estrondo. Achei que uma casa tinha desabado, quando vi que não era isso, a gente correu para a beira da pista, arrebentou os painéis — que separam a pista da comunidade — e vimos a gravidade do acidente. Tentamos acalmar os sobreviventes dentro do carro.

Segundo ele, no banco de carona de um dos carros, uma passageira estava parcialmente consciente.

Na tentativa de apressar o socorro, Patricia Rodrigues, dona de uma venda próxima da pista, ligou imediatamente para os bombeiros para alertar sobre o desabamento e informar sobre as vítimas. Para ela, o socorro demorou.

— Ninguém da Lamsa [concessionária que administra a via] estava no local. Nós fomos os primeiros a chegar e ligar para o socorro. Tem um [batalhão do] Corpo de Bombeiros no Méier, muito perto, mas acho que pelos reflexos do trânsito, eles não conseguiram chegar. O pessoal ficou com as vítimas, tentando tirar as pessoas do valão e verificar se os demais, dentro dos carros, estavam vivos. Era uma situação de guerra, com fumaça e escombros.

Os moradores reclamam das condições estruturais da passarela, que consideram muito frágil, e lembram que, recentemente, durante a construção de um supermercado, uma viga esbarrou na estrutura e deslocou a passarela, como informou Patrícia.

— Tinha que ser mais forte, ter uma sustentação para não desabar inteira. Se cair, cair pelo menos uma parte — de um lado da via — e não toda. Era previsível.

Para quem mora na região, a Lamsa também teve participação no acidente, porque demorou a enviar o socorro e não alertou o motorista do caminhão que, segundo eles, trafegava em alta velocidade com a caçamba suspensa, como ressalto Maurício Francisco, representante de uma associação de moradores.

— Eles estava em alta velocidade, com a caçamba elevada por vários quilômetros.

A associação alega ter um vídeo, feito por um motociclista, do caminhão com a caçamba suspensa desde o pedágio, até uma passarela, um trecho equivalente a 2 km.

O prefeito Eduardo Paes destacou que a prioridade é o resgate e o atendimento das vítimas.

— Especula-se que a caçamba tenha se levantado sem o motorista saber.

Perguntado sobre a procedência do caminhão, se prestava ou não serviço da prefeitura, Paes não soube informar, mas a assessoria de imprensa divulgou que o caminhão não estava a serviço do órgão.

Por volta das 15h30, equipes de resgate ainda trabalhavam no local e removiam os restos do caminhão, por meio de um guincho.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Fetiche por farda

Com fixação por policiais, “Maria UPP” posa com armas de PMs e fotos vazam

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Superação

Com 2 empregos e casado, “Mendigo Gato” espera primeiro filho no RJ

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Babou?

Anitta aparece morena e com nariz recauchutado no Rio Verão Festival

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
O verão foi quente!

Veja mais de 100 musas das praias do Rio

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Flagrante

Ladrão tenta roubar cordão, mas apanha e é debochado por vítima no Arpoador

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Rio das Pedras

Homem mata mulher a facadas após desconfiar que ela lhe transmitiu Aids

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Mostra no MAM

Exposição no Rio impressiona com bonecos gigantes hiper-realistas

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Rio de Janeiro

  • Últimas de Notícias

Mais Clicadas

Compartilhe
Acrílico no bumbum

Após 6 meses internada, mulher que fez mais de 60 cirurgias volta para casa

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Bela capturada

Loira de 18 anos é presa suspeita de recrutar jovens para transportar drogas

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
O preço do luxo!

No bairro mais caro do Brasil, imóvel de frente para praia custa R$ 35 milhões

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!