São Paulo

12/7/2013 às 18h17 (Atualizado em 13/7/2013 às 08h11)

Bandidos assaltam duas joalherias no Shopping Ibirapuera

Eles se passaram por clientes para cometer o crime; após levar as peças, eles fugiram de carro

Do R7, com Estadão Conteúdo

A joalheria The Graces foi uma das lojas assaltadas no shopping Alex Silva/Estadão Conteúdo

Bandidos assaltaram duas joalherias no shopping Ibirapuera por volta das 17h45 desta sexta-feira (12). O crime aconteceu ao mesmo tempo em dois pisos: Ibirapuera e Campo Belo.

Segundo testemunhas, dois casais se passavam por clientes quando sacaram armas e anunciaram o assalto. As duas lojas assaltadas foram a Monte Carlo Joias e a The Graces.

A funcionária de uma das joalherias contou que os ladrões perguntavam pelo cofre da loja. Outros impediram que os funcionários acionassem os alarme ou avisassem a segurança.

Leia mais notícias de São Paulo

Mais da metade dos roubos a joalherias este ano em SP foram em shoppings

Segundo a assessoria de imprensa do shopping, a quadrilha estava armada, mas não houve disparo de tiros ou reféns. Eles deixaram o shopping pela saída dos fundos, que dá acesso à alameda dos Jurupis, e fugiram em dois veículos, um deles seria um Corolla de cor prata.

Até a publicação desta reportagem, ninguém havia sido preso. O caso foi registrado no 27º DP (Distrito Policial). Campo Belo). A polícia busca imagens de câmeras de segurança para identificar os suspeitos. 

Por volta das 18h30 desta sexta-feira, o shopping funcionava normalmente.

Ataques

Este foi o terceiro assalto ocorrido dentro de shoppings da capital só no mês de julho. Em um dos casos, no dia 2, os criminosos também se apresentaram como um casal interessado em comprar joias antes de anunciar o roubo na joalheira Sayegh do shopping Morumbi, zona sul, abrindo caminho para cinco pessoas armadas com metralhadora e fuzil.

Doze horas depois, a loja de eletrônicos A2you, no Shopping Pátio Paulista, foi alvo de ladrões. Em 9 de fevereiro, outra joalheria do Ibirapuera havia sido roubada. Quatro pessoas invadiram a Sayegh e fizeram os funcionários reféns.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!