Small-house Faça do R7.com sua página inicial

SIM NÃO

Carnaval 2013

16/1/2013 às 19h28 (Atualizado em 7/2/2013 às 23h40)

Carnaval de SP terá cópia de segurança das notas e cinco jurados para cada quesito

Até o ano passado, cada categoria era avaliada por três julgadores

Vanessa Beltrão, do R7

A Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (16) as novidades do regulamento e os critérios de julgamento do Carnaval de São Paulo deste ano. Dentre as questões apresentadas, está o aumento do número de julgadores de cada quesito, que passará de três para cinco. Permanece o descarte da maior e da menor nota. 

A maior parte dos jurados deste ano é nova. De uma totalidade de 54, apenas 13 são antigos. Assim como em 2012, o mínimo para ser tirado da nota será de 0,10, o que deixa a disputa mais acirrada. 

Apuração do Carnaval de SP será em local fechado

Após confusão, escolas de samba são multadas em até 70 salários mínimos

Ministério Público apresenta denúncia contra 13 pessoas por confusão

NOTAS

As notas também terão uma cópia de segurança. Cada jurado terá uma cédula de votação carbonada para a colocação das avaliações que posteriormente irão para duas urnas, uma que irá para o sambódromo no dia da apuração e a outra ficará dentro do batalhão da polícia.

No Carnaval do ano passado, um suposto integrante membro da escola de samba Império de Casa Verde foi até a mesa de apuração e rasgou os papeis em que constavam as notas de todas as escolas de samba.  O episódio trouxe inúmeros problemas, já que, como não existia uma cópia de segurança, a única pessoa que poderia saber a nota era o próprio jurado.

Segundo o presidente da Liga, Paulo Sérgio Ferreira, o objetivo é evitar a confusão do ano passado. 

— Pedimos desculpa a todo o público, a todos que se sentiram ofendido pela postura e o que nós temos em troco para tudo isso será um belo Carnaval em 2013 para apagar essa mancha de vez.  

Ainda devido ao episódio, a Liga fez uma alteração em seu regulamento. Agora quem invadir o local de apuração das notas, ameaçar ou agredir componentes da mesa apuradora ou ainda arremessar objetos e subtrair mapas e outros documentos de apuração de notas perderão automaticamente três pontos. 

— Não caberá mais a comissão de ética da Liga analisar o concurso. Se ele fez 170 pontos na avenida, aplicando os três pontos ele já automaticamente está com 167.  

APURAÇÃO

A apuração da contagem dos pontos acontecerá este ano sem público. Cada escola terá que cadastrar 10 integrantes para acompanhar a apuração.  Serão confeccionadas pulseiras, que serão cadastradas e numeradas, para a entrada no sambódromo. 

Outra novidade deste ano é a destituição dos coordenadores das escolas de samba. A partir de agora, o levantamento das penalidades, como atrasos ocorridos no início e no final do desfile, será feito por 12 fiscais treinados pela liga de São Paulo.   

— Cabe a ele controlar horário de chegada da escola, efetuar a contagem total do número de componentes, observar o tamanho de logomarca e do merchandising, efetuar a cronometragem.

Antes eram as próprias escolas de samba que indicavam esses coordenadores. Agora, serão pessoas que não tem ligação com as agremiações.   

QUESITOS 

A liga também fez pequenas mudanças no regulamento. Confira algumas alterações:  

Comissão de frente - Cabe ao jurado da comissão de frente julgar  também o acabamento e a integridade da fantasia e não apenas a sua adequação ao enredo.   

Mestre-sala e porta-bandeira – Segundo Paulo Sérgio Ferreira, o julgador poderá apenas avaliar a desenvoltura do mestre-sala e da porta-bandeira no campo de visão da sua cabine. Ele deve saber também que existe uma diferença entre andar e bailar e o casal não é obrigado a fazer uma parada para sua apresentação. 

O jurado também deve julgar o acabamento e a integridade da fantasia do primeiro casal, ou do que estará com o pavilhão oficial da escola de samba.  

Bateria – Os instrumentos considerados básicos em uma bateria são o Surdo, Repinique, Caixa, Tamborim e Chocalhos. Este ano, outros instrumentos que não estão considerados nesta lista e que entram na avenida também serão julgados.  

— Com essa evolução do Carnaval, algumas escolas estão aderindo a muitos instrumentos novos. A bateria agora será julgada como um todo. Por exemplo, escolas que entravam com um atabaque, ele vai entrar como um julgamento normal. As frigideiras também entrarão e a cuíca.  

 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
  • Últimas de Carnaval 2013

  • Últimas de Entretenimento

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!