Em berço do PT, Doria chama Lula de "sem vergonha" e Dilma de "anta"

"Petistas não sabem o que é trabalho", afirma prefeito de São Paulo

Doria disse em tom exaltado que foi o PT "do Lula e da anta da Dilma" que deu ao Brasil "a pior recessão da história"
Doria disse em tom exaltado que foi o PT "do Lula e da anta da Dilma" que deu ao Brasil "a pior recessão da história" SUAMY BEYDOUN/ESTADÃO CONTEÚDO

Três dias depois do juiz Sérgio Moro sentenciar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a nove anos e seis meses de prisão, o prefeito João Doria chamou o petista de "sem vergonha", "mentiroso" e a ex-presidente Dilma Rousseff de "anta", em um evento político na divisa entre a capital e São Bernardo do Campo, cidade que foi berço do PT e onde reside Lula.

"O povo de São Bernardo sabe quem é o mentiroso e sem vergonha do Lula", disse o tucano.

— Os petistas não sabem o que é trabalho porque têm o espelho do Lula, que é o espelho da vagabundagem de quem trabalhou oito anos na vida e depois viveu das benesses do poder, dos amigos e do dinheiro de empreiteiras. Nós preferimos acordar cedo e trabalhar. 

'Nenhum petista me intimida', diz Doria sobre manifestação

Em outro trecho do discurso, Doria disse em tom exaltado que foi o PT "do Lula e da anta da Dilma" que deu ao Brasil "a pior recessão da história".

— O PT pensa que pode voltar, mas a maioria silenciosa vai ter a oportunidade de manifestar sua posição em 1º de outubro de 2018. É no voto que nós vamos ganhar do PT. Seu destino, Lula, está selado. Você vai ver o sol nascer quadrado em Curitiba, mas antes vai ser derrotado pelo voto para acabar com o mito.

Ao lado do prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando (PSDB), o prefeito participou da 29º edição do Programa Cidade Linda. Cercados por uma claque de apoiadores, os dois pintaram juntos um muro que estava pichado e plantaram uma árvore.

Defesa de Lula entra com recurso contra condenação de Moro