Small-house Faça do R7.com sua página inicial

SIM NÃO

São Paulo

26/6/2013 às 16h43 (Atualizado em 26/6/2013 às 17h18)

Em depoimento, maníaco de Ferraz de Vasconcelos confessa terceira morte de mulher

Polícia encontrou corpo nesta quarta; entre as vítimas, está uma cliente da mulher do suspeito

Bruna Macedo, da Agência Record

O homem de 28 anos, que confessou ter sido responsável pela morte de duas mulheres, disse em depoimento nesta quarta-feira (26) que matou uma terceira vítima. A Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros voltaram ao sítio onde o “maníaco de Ferraz de Vasconcelos” morava para realizar buscas a um corpo, em um local apontado pelo próprio criminoso. A mulher é apontada como ex-namorada do suspeito, segundo familiares dela.

Depois de algum tempo de procura, a confirmação: o corpo foi localizado dentro de um tambor. O suspeito ainda tentou ocultar o crime, jogando cal, cimento e água no corpo da vítima.

Para os familiares da vítima, não há dúvidas de que se trata do corpo da mulher. Segundo os parentes, a mulher teve um relacionamento com o suspeito, mas o romance teria acabado há cerca de quatro anos, quando ele foi preso.

Mulher sai para fazer as unhas e é assassinada pelo marido da manicure

Leia mais notícias de São Paulo

Ainda de acordo com os parentes da vítima, existe a informação de que a mulher tenha entrado no carro do maníaco na última sexta-feira (21), o dia em que foi vista pela última vez. O delegado que acompanha o caso, Wagner, do Distrito Policial de Ferraz de Vasconcellos, acredita que ela tenha morrido asfixiada.

Outros casos

A polícia ainda procura pelo corpo de uma mulher de 43 anos, desaparecida há aproximadamente 45 dias. O homem confessou que teria matado a desempregada. Segundo a polícia, o criminoso teria dito com tranquilidade que matou, esquartejou e jogou o corpo da vítima em um rio da região.

De acordo com a polícia, o crime também teria acontecido na estrada do Paiol, em Ferraz de Vasconcellos, e a mulher seria uma vizinha. Ela deixou dois filhos, um de 29 e outro de 20 anos.

O maníaco foi preso na segunda-feira (24) depois de matar uma operadora de telemarketing de 31 anos. Ela estava com um fio de uma antena enrolado no pescoço.

De acordo com a polícia, a vítima teria saído de casa para fazer as unhas em uma manicure e a mãe dela teria desconfiado de sua demora, chamando a polícia. O maníaco — que é marido da manicure da vítima — foi preso em flagrante e levado ao Distrito Policial de Ferraz de Vasconcellos, onde o caso foi registrado e onde confessou a autoria deste e dos outros dois crimes.

A mulher era separada, morava com os pais e deixou dois filhos, um menino de 14 anos e uma menina de três anos.

Relembre o caso:

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Compartilhe
Zona leste

Pai mata mulher, filha de quatro anos e tenta assassinar bebê dentro de casa

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Filmado

Manicure é torturada e enterrada viva por suspeita de furto na Grande SP

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Na frente do filho

Inconformado com fim de namoro, jovem estupra e raspa cabelo de ex em SP

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Você moraria nestes lugares?

Veja como estão imóveis que foram cenários de tragédias em São Paulo

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de São Paulo

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!