• Twitter Created with Sketch.

Gestão Doria estuda desativar parte da ciclovia da rua da Consolação

Secretário de transporte diz que trecho é perigoso para quem pedala

Ciclofaixa da Consolação está na mira da gestão Doria
Ciclofaixa da Consolação está na mira da gestão Doria ALOISIO MAURICIO/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

O secretário municipal de Mobilidade e Transportes de São Paulo, Sérgio Avelleda, afirmou, em entrevista à Rádio Eldorado, na manhã desta quinta-feira (20), estar em estudo mudanças na malha cicloviária da cidade. Uma das ciclovias que podem sofrer modificações é a da Rua da Consolação, no sentido da zona oeste em direção ao centro.

Segundo o secretário, esse trecho é perigoso para os ciclistas por ser uma descida e ter a presença de estacionamentos e comércio nas imediações. O plano de alterações nas ciclovias foi antecipado pelo jornal Folha de S.Paulo nesta quinta-feira.

O secretário disse que o município procura uma via alternativa para quem costuma descer a Consolação, o que pode incluir a criação de uma nova ciclovia ou ciclofaixas — que são caminhos sinalizados para bicicletas. Ele ressaltou, contudo, que a implantação de novas ciclovias também está em análise em outras partes da cidade e que tudo será dialogado com prefeituras regionais e ativistas.

Avelleda defende que possíveis mudanças não são uma forma de afastar os ciclistas. "A ciclovia segrega a bicicleta do carro. É indicada, recomendada e importante em vias de tráfego pesado, como as avenidas Paulista e Faria Lima, onde há um trânsito de alta velocidade e com veículos de carga", explicou.

Para ele, nas demais vias, com baixo tráfego, basta haver maior sinalização e implantar medidas para "acalmar" o trânsito, como lombofaixas, semáforos e redução da velocidade média dos carros. "A gente precisa entender que a bicicleta não foi feita para andar segregada nas cidades. O código de trânsito brasileiro garante aos ciclistas o direito de compartilhar espaço", defendeu.

  • Espalhe por aí:

Twitter

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log