São Paulo

4/2/2013 às 11h52 (Atualizado em 4/2/2013 às 11h55)

Haddad retoma obras de corredores de ônibus

Com quase um ano de atraso, corredores deverão começar a ser construídos em março

Agência Estado

Com quase um ano de atraso, os 63,8 km de corredores de ônibus prometidos desde a gestão Gilberto Kassab (PSD) deverão começar a ser construídos em março deste ano. O prefeito Fernando Haddad (PT) retomou as licitações para a contratação das empresas que vão executar as obras. A expectativa é que a maioria das obras dure aproximadamente três anos — ou seja, só deve ser inaugurada no último ano do atual mandado de Haddad.

A contratação havia sido barrada pela Justiça ainda em dezembro do ano passado, após notificação do MPE(Ministério Público Estadual) contrária à construção do Terminal Rodoviário da Vila Sônia, na zona oeste, que faz parte do pacote. A alegação da promotoria é de que a rodoviária, rejeitada pela vizinhança, faz parte da Operação Urbana da Vila Sônia, barrada na Justiça por falta de participação popular em seu planejamento.

Na semana passada, a Justiça julgou o mérito da questão e afirmou que a rodoviária não poderá ser construída enquanto não se decidir a questão da operação urbana. A solução encontrada por Haddad foi desmembrar cada obra viária em uma concorrência diferente — dessa maneira, seis dos quinze lotes originais foram retomados pelo prefeito, em despacho publicado no Diário Oficial da Cidade de sábado (1).

Haddad quer construir 13 terminais até 2016

Entre eles, estão a construção dos dois trechos do corredor de ônibus da Radial Leste, com 17 km no total, que deve ser construído com estações de embarque do lado de fora dos ônibus. O preço estimado é de R$ 600 milhões. Na zona norte, está prevista a reforma do corredor da Avenida Inajar de Souza, ao custo de cerca de R$ 170 milhões. Além disso, há o novo terminal do Jardim Ângela, na zona sul, e um novo viário na região do Campo Limpo e Vila Sônia, estimados em R$ 600 milhões.

As propostas para todas essas obras serão abertas no dia 20 de fevereiro e o vencedor deve ser anunciado no mês seguinte, quando já devem se iniciar as obras. As concorrências para os outros trechos de corredores de ônibus previstos inicialmente deverão ser retomados ao longo desta semana.

Zona sul

Enquanto o projeto dos corredores de ônibus voltou a avançar, as obras do Plano Viário da Zona Sul foram adiadas por tempo indeterminado. Entre elas, estão a duplicação e prolongamento das avenidas M’Boi Mirim e Belmira Marin, além de mais 8 km de extensão na marginal Pinheiros, sentido sul.

Reivindicadas há décadas por moradores da região, as obras também haviam sido prometidas por Kassab. O motivo do adiamento não foi informado no despacho publicado no Diário Oficial da Cidade.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Grande SP

Após ser torturada e dada como morta, mulher acorda e entrega ex de namorado

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Filmado

"Ela é um monstro", diz mãe de menina torturada por causa de paquera

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Você moraria nestes lugares?

Veja como estão imóveis que foram cenários de tragédias em São Paulo

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Tragédia em família

Veja imagens do casal encontrado morto em apartamento de luxo; mãe é suspeita

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de São Paulo

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!