São Paulo

7/5/2013 às 01h00 (Atualizado em 7/5/2013 às 15h52)

Julgamento de pagodeiro acusado de matar a ex-mulher começa amanhã 

Músico também é acusado de tentar matar o filho; crime aconteceu em Guarulhos

Do R7

Réu nega o crime e defende que ex-mulher cometeu suicídio Reprodução/Rede Record

Após quase cinco anos do crime, o pagodeiro Evandro Gomes Correia Filho, acusado de assassinar a ex-mulher em 18 de novembro de 2008 e também tentar matar o filho, irá a júri popular nesta quarta-feira (8), no Fórum Criminal de Guarulhos, na Grande São Paulo.

O julgamento está previsto para começar às 13h e pode acontecer mesmo sem a presença do réu que se encontra foragido desde a época do crime. Porém o advogado do réu, Ademar Gomes, disse que o acusado irá comparecer ao Fórum de Guarulhos nesta quarta-feira (8).

Segundo o Tribunal de Justiça, a previsão é que o julgamento termine até sexta (10). Um dos depoimentos mais aguardados será o do filho do pagodeiro.

Crime

Em 18 de novembro de 2008, Andréia Cristina Nóbrega morreu após cair do terceiro andar do prédio em que morava, em Guarulhos, na Grande São Paulo. O filho dela e do pagodeiro, na época com seis anos, sobreviveu à queda da mesma altura. Na época da morte, a polícia afirmou que Andréia se jogou e jogou o filho pela janela do apartamento para fugir do ex-marido, que tentava matá-los. Hoje, já com 11 anos, o garoto vai ser ouvido em plenário na condição de sigilo. Durante o seu depoimento, não será permitido a presença da imprensa nem do público.

Versões

O promotor do caso, Rodrigo Merli, convocou ainda mais quatro testemunhas de acusação. Já da defesa, cinco serão ouvidos.

Em entrevista exclusiva a TV Record, Evandro falou que foi ao apartamento da ex-mulher para ver o filho. Segundo a versão do Evandro, Andréia teria insistido para reatar o antigo romance e chegou a cortar a mangueira de gás da cozinha. Nesse momento, enquanto o réu tentava desligar o gás da cozinha, a mulher teria pego o filho e se jogado com ele da janela do quarto.

Merli não acredita nessa história e tem outra versão para o que aconteceu. Evandro teria ido sozinho ao apartamento procurar a ex-mulher. A imagem do circuito de segurança do prédio mostra Andréia chegando com o filho. Evandro aparece logo depois e entra.

Para o promotor, foi o músico quem cortou a mangueira do gás com a faca e ameaçou explodir o apartamento. Ela teria sido forçada a pular.

Já o advogado Ademar Gomes afirma que a defesa vai trabalhar com a negativa de autoria.

— A promotoria é que tem que provar que foi homicídio, não a defesa, eu quero que mostre as provas.

Antes do crime, Andréia já tinha registrado boletins de ocorrência contra o ex-marido. Ela relatou que era perturbada e ameaçada por ele desde a separação. No dia da morte, Evandro foi flagrado pela câmera de segurança saindo tranquilamente do local. Ele garante ter saído do local em choque.

Disfarce

O músico defende que a sua ex-mulher cometeu suicídio. Anteriormente, o pagodeiro só havia aparecido em 2010. Ele concedeu uma entrevista coletiva  disfarçado, usando uma peruca, óculos escuros e bigode. Na época, ele disse que está morando no Nordeste há dois anos, desde que sua prisão preventiva foi decretada, mas não informou em que Estado.

Ele também comentou que não vê o filho desde o crime e que caso seja inocentado, ele pretende pedir a guarda do menino. 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Compartilhe
Assalto na Dutra

Empresário morto ao saltar de carro em movimento era fã de armas e velocidade

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Crise no abastecimento

Moradores de Itu são obrigados a improvisar para conseguir água

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
17 anos

Sessão de tortura de garota queimada com cigarro durou quatro horas

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Você moraria nestes lugares?

Veja como estão imóveis que foram cenários de tragédias em São Paulo

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de São Paulo

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!