R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

18 de Abril de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/São Paulo/Notícias

Icone de São Paulo São Paulo

publicado em 23/09/2012 às 05h50:

Acusação diz que ex de degolada já havia mordido enteado

Segundo advogado contratado pela família da vítima, episódio ocorreu durante uma briga

Do R7

Publicidade

O advogado Ademar Gomes, contratado pela família da universitária encontrada degolada dentro de um carro, na semana passada, considera o ex-marido da vítima uma “pessoa perigosa”. De acordo com ele, Allan dos Santos Peçanha, que é suspeito de ser o mandante do assassinato de Lore de Santana Vaz, de 26 anos, teria mordido o filho da estudante durante uma discussão. O menino é fruto de outro relacionamento da jovem.

— Ele demonstrou ser uma pessoa perigosa, de má índole. Certa vez, mordeu o filho da Lore, de 10 anos, durante uma briga entre os dois. É um desequilibrado.

Para Gomes, o caso está “totalmente elucidado”. Na avaliação dele, não há dúvidas quanto ao envolvimento de Peçanha, que, incialmente, confessou à polícia sua participação no crime, mas teria recuado.

Leia mais notícias de São Paulo

— As evidências o levam à cena do crime. A alegação dele é que queria dar um susto, que não tinha a intenção de matar Lore, o que não é verdade. Se continuar negando, não terá qualquer atenuante.

Gomes também adiantou que a acusação tentará evitar que o suspeito consiga habeas corpus. 

Suspeitos presos

Na quinta-feira (20), o ex-marido e o auxiliar de limpeza Robert Pirovani Gama, de 21 anos, foram presos suspeitos de matar a estudante universitária. O terceiro suspeito Raimundo Nonato Bezerra, de 32 anos, foi preso no início da noite desta sexta-feira (21).

Ao chegar à casa dele, os policiais só encontraram a mulher de Bezerra. Ela está grávida e foi ouvida pela polícia. Na delegacia, ela afirmou que Bezerra havia chegado em casa com arranhões pelo corpo no dia do crime.

Segundo a Polícia Civil, o ex-marido de Lore foi o mandante do crime. Ele teria contratado Bezerra e Gama para matar a universitária. Em depoimento, Gama confessou que ele e Bezerra foram procurados pelo ex-marido da universitária e receberam R$ 1.000 cada um para matar Lore.

Os três planejaram e executaram o crime. A polícia trabalha com duas motivações para o assassinato. O ex-marido pode ter decidido matar Lore por ciúmes ou foi um crime financeiro

O caso

A universitária e promotora de eventos Lore Santana Vaz foi encontrada morta, na madrugada da quinta-feira (13), dentro do próprio carro, em uma rua a 3 km de distância do local onde morava.

A jovem saiu da faculdade na noite de quarta-feira (12), mas não voltou para casa. De acordo com imagens feitas por câmeras de segurança, antes de ser assassinada, ela foi abordada por dois homens. O corpo dela foi encontrado na rua Andradina, altura do número 840, na vila Príncipe de Gales, em Santo André, ABC Paulista.

Segundo a polícia, apenas o celular e o aparelho de som do carro da vítima foram levados. Já a bolsa e a carteira foram deixadas no veículo. Lore deixou um filho de dez anos. O garoto não é filho do ex-marido da vítima, Allan dos Santos Peçanha, que mandou matar a universitária.

Veja Relacionados:  pai, filho, lore, degolada, crime, guarda, criança
pai  filho  lore  degolada  crime  guarda  criança 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping
Blu-Ray Player Blu-Ray Pl Saraiva R$ 299,00
Blu-Ray Player Blu-Ray Pl Saraiva R$ 449,00
Monitor Monitor Wal-Mart R$ 348,00
Fogão Fogão Mania Vi R$ 580,41