R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

25 de Abril de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/São Paulo/Notícias

Icone de São Paulo São Paulo

publicado em 03/04/2012 às 15h55:

Coronel Roberval Ferreira França é
novo comandante da Polícia Militar

Ele assume o lugar do coronel Álvaro Batista Camilo, que ocupava o posto desde 2009

Do R7

Publicidade

O comando da Polícia Militar de São Paulo passa a ser assumido pelo coronel Roberval Ferreira França. Ele ocupa o posto deixado pelo coronel Álvaro Batista Camilo, que estava no comando da PM no Estado de São Paulo desde abril de 2009.

O anúncio foi feito nesta terça-feira (3) pelo governo de São Paulo, um dia após Camilo anunciar, por meio de nota, seu afastamento.

Leia mais notícias do R7

França, de 49 anos, é bacharel em Direito e em Administração e doutor em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública. Antes de assumir o comando-geral da PM, ele era comandante do policiamento da região do Grande ABC (CPA/M-6). Segundo o governo, o coronel também fez parte da Comissão Especial de Segurança da Copa-2014 e atua como professor no programa de doutorado do Curso Superior de Polícia.

Ainda de acordo com o governo, o posto de subcomandante será ocupado pelo coronel Hudson Tabajara Camilli, que substituirá o coronel Pedro Batista Lamoso.

Saída de Camilo

Na segunda-feira (2), Camilo informou, também em nota, que entregou o cargo ao governador Geraldo Alckmin (PSDB) e agradeceu pelo que chamou de "fundamental colaboração" ao seu comando: "foi um orgulho e grande privilégio comandar uma instituição da grandeza de São Paulo".

O desligamento de Camilo ocorre cerca de dois meses após o coronel ter recebido uma série de críticas pela conduta da Polícia Militar durante a desocupação da comunidade do Pinheirinho, em São José dos Campos, a 97 km de São Paulo. Em 22 de janeiro, 2.000 policiais, 220 viaturas, cem cavalos, 40 cães e 300 agentes da prefeitura participaram da operação para retirar as 1.600 famílias que moravam no local.

A ação foi criticada pelo uso excessivo de violência com o registro, inclusive, do estupro de uma jovem. Segundo testemunho da suposta vítima ao Ministério Público, diversos policiais militares invadiram a residência de sua família no dia 22 de janeiro. Um dos policiais a arrastou pelo pescoço, agredindo-a fisicamente, e teria obrigado a jovem a praticar sexo oral nele. A suposta vítima diz que os abusos, praticados por outros policiais, durou quatro horas.

O depoimento da jovem foi acompanhado pelo senador Eduardo Suplicy. Questionado após a denúncia, Camilo chegou a dizer que não acreditava no estupro, mas que o caso seria investigado.

Relembre o caso:

 


Veja Relacionados:  polícia,militar,afastamento,corornel,camilo
polícia  militar  afastamento  corornel  camilo 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping
Monitor Monitor Wal-Mart R$ 348,00
Blu-Ray Player Blu-Ray Pl Saraiva R$ 449,00
Blu-Ray Player Blu-Ray Pl Saraiva R$ 299,00
Fogão Fogão Mania Vi R$ 580,41