R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

25 de Julho de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/São Paulo/Notícias

Icone de São Paulo São Paulo

publicado em 13/12/2011 às 13h49:

Irmã de Bianca ainda diz acreditar
na inocência do marido, afirma tio

Mulher de Sandro Dota teria afirmado que polícia está cometendo injustiça

Do R7, com Rede Record


Publicidade

O tio de Bianca Consoli disse, na tarde desta terça-feira (13), que a irmã da jovem, mulher de Sandro Dota, diz ainda acreditar na inocência do marido. Dota foi preso na noite da segunda-feira (12), na zona leste de São Paulo. A polícia diz que ele é o principal suspeito da morte de Bianca, ocorrida em setembro deste ano.

Veja a cobertura completa do caso Bianca

Leia mais notícias no R7

Luiz Bicudo diz que a família entrou em contato com Dayane, mulher de Dota, logo após a prisão dele.

- Nós tentamos um contato com ela, ontem, assim que soubemos da prisão do Sandro. Ela estava gritando, chorando, dizendo que está sendo cometida uma injustiça. Ela ainda acredita que ele não é assassino. Está cega.

A afirmação foi feita durante entrevista ao vivo ao programa Record Notícias, da Rede Record. Embora Dayane ainda afirme acreditar na inocência do marido, para a família de Bianca – segundo o tio – não há mais nenhuma dúvida.

- Você vai juntando [as pistas] e chega a definição de que não existe outro nome [para o suspeito do crime].

Dota nega envolvimento na morte de Bianca. 

Tia de Bianca sonhou que cunhado seria preso

Motivação sexual

Também nesta terça-feira, a polícia informou que o assassinato da jovem Bianca Consoli pode ter tido motivação sexual. A informação é de Jorge Carrasco, diretor do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa).

- Estamos esperando o laudo ficar pronto para ver se teve relação sexual. Temos depoimento de que ele se insinuava para a vítima. Mas ainda não há previsão para o laudo ficar pronto.

Segundo o delegado Mauricio Guimarães, que também participa das investigações do caso, também é possível que Dota tenha entrado na casa da jovem para praticar um roubo e teria acabado assassinado Bianca. 

- Havia dinheiro na casa da vítima, ele tinha bronca do sogro. Pode ter sido só o roubo, só a motivação sexual ou as duas coisas.

Ainda não é possível esclarecer se o crime foi premeditado, segundo os investigadores. 

Exame

De acordo com Guimarães, o exame que comprovou que a pele embaixo da unha de Bianca era geneticamente compatível com o sangue de Dota foi definitivo para colocá-lo como principal suspeito. O sangue estava na calça que o motoboy usava no dia do crime.  

- A calça foi entregue pela esposa dele [irmã da vítima] por livre e espontânea vontade. Tiramos até foto para mostrá-la entregando. 

Dota será ouvido na tarde desta terça-feira e deve ser transferido ainda nesta terça para um presídio. Ele foi indiciado por homicídio triplamente qualificado.

A Polícia Civil prendeu Sandro Dota no início da noite da segunda-feira. Dota é cunhado da vítima, que foi encontrada morta no dia 13 de setembro dentro de sua casa no Parque São Rafael, zona leste da capital paulista. A polícia pediu a prisão preventiva na Justiça e denunciou Dota por homicídio triplamente qualificado.
 
A versão contada pelo suspeito no dia do assassinato foi desarticulada. Segundo o delegado, Dota não esteve com sua mulher em uma ferinha, e mentiu ao dizer que o ferimento que ele tinha havia sido causado em uma reforma na casa de sua tia.

- Ele havia dito que se machucou com uma caibro de madeira. Mas a viga tinha 40 cm e o machucado 29 cm. No crime, tudo leva a crer que teve luta corporal.

Crime

O corpo de Bianca foi achado pela mãe dela, caído próximo à porta de saída da casa onde moravam, no dia 13 de setembro. Segundo a polícia, a jovem foi atacada quando havia acabado de tomar banho e se preparava para ir para a academia.

Na cama, os investigadores encontraram a toalha usada por ela, ainda molhada. A garota teria reagido à presença de um criminoso e começado uma luta escada abaixo. Foram encontradas mechas de cabelo pelos degraus.

Para entrar na casa da vítima, o suspeito teria mandando fazer a cópia da chave dias antes do crime. De acordo com a polícia, ele havia pedido a chave do local para avó de Bianca com a desculpa de usar a máquina de lavar roupa.

Assista ao vídeo:


 

 

 


Veja Relacionados:  Bianca,cunhado,preso, motivação,sexual,polícia
Bianca  cunhado  preso  motivação  sexual  polícia 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping