R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

1 de Novembro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/São Paulo/Notícias

Icone de São Paulo São Paulo

publicado em 12/03/2010 às 19h16:

Manifestação dos professores
chega à praça da República

Protesto que parou a avenida Paulista chega mais vazio à praça

Ingrid Tavares, do R7

A manifestação dos professores da rede estadual de ensino de São Paulo, que começou na tarde desta sexta-feira (12) no vão livre do Masp (Museu de Arte de São Paulo), chegou ao seu destino, a praça da República, no centro da capital, por volta das 18h30.

A Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), sindicato que organizou a manifestação, reivindica uma audiência com o secretário estadual da educação. Os manifestantes ainda estavam, por volta das 19h, em frente à sede da Secretaria Estadual da Educação. No entanto, o número de pessoas no protesto era menor do que o de horas antes.

No meio da tarde desta sexta, os professores, que usavam uma faixa da pista sentido Consolação da avenida Paulista, fecharam as duas pistas, interrompendo o tráfego, causando lentidão no local.

De acordo com o sindicato, cerca de 45 mil pessoas participaram da manifestação. A Polícia Militar estimou primeiramente em 8.000 o número de manifestantes. Mais tarde, avaliou em 25 mil pessoas participantes da passeata.

Reivindicação

Os professores do Estado de São Paulo estão em greve desde a última segunda-feira (8). De acordo com a Apeoesp, 80% da categoria aderiu à paralisação, enquanto a secretaria da educação declarou que menos de 1% dos funcionários cruzaram os braços. Os manifestantes querem um reajuste salarial de 34,4%, além de rejeitar a proposta de aumento no salário oferecida pelo Estado.

A assembleia realizada nesta sexta no vão livre do Masp decidiu que a greve vai continuar até a realização de uma nova votação, marcada para a próxima sexta-feira (19), novamente na avenida Paulista.

Trânsito

Após a pista sentido Paraíso da avenida Paulista ser liberada, a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) apontou 1 km de lentidão na via. Mais tarde, quando a pista sentido Consolação foi esvaziada, também foi registrado 1 km de lentidão no local.

Por volta das 19h, a cidade de São Paulo não apresentava muitos reflexos da passeata no trânsito. O órgão estimava em 172 km de lentidão em vias em toda a capital. As duas marginais, Tietê e Pinheiros, eram os locais mais congestionados, com 17 km e 11 km de lentidão, respectivamente.

Veja Relacionados:  manifestação,professores,praça da republica,sao paulo,transito
manifestação  professores  praça da republica  sao paulo  transito 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping