R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

20 de Dezembro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/São Paulo/Notícias

Icone de São Paulo São Paulo

 

publicado em 21/02/2012 às 19h28:

Mesmo sem resultado, torcida da Mocidade Alegre
se considera campeã e faz festa na quadra

Diretor de Harmonia da agremiação afirmou que sentimento é de "angústia e frustração"

Camila Oliveira, do R7

Publicidade

Mesmo sem o resultado final, a torcida da Mocidade Alegre na quadra da escola, na avenida Casa Verde, 3.498, na zona norte, cantavam o samba-enredo da agremiação e já se considerava campeã do Carnaval 2012. Até o início da confusão em que um homem "roubou" as notas da mesa de apuração, no Sambódromo do Anhembi, zona norte de São Paulo, nesta terça-feira (21), a agremiação estava em primeiro lugar. 

Veja fotos da confusão no sambódromo

Polícia prende suspeitos de confusão

Apuração termina em pancadaria


O diretor da Harmonia da escola, Vagner Lourenço, disse que o sentimento na quadra da Mocidade Alegre é de “angústia e frustração".

- Você faz o trabalho o ano todo e pode ser estragado por um grupo de vândalos que nem desfilar às vezes desfila. 

Para Lourenço, o grupo de torcedores que invadiu a área com os envelopes da apuração “sua a camisa pelo futebol" e não pela agremiação que defendem. Na quadra da Mocidade, o clima é de tensão e expectativa com o resultado da confusão ou quando o nome da grande campeã sairá hoje ou não.

Fábio Corroneu, da diretoria da escola, pediu que todos os integrantes fiquem dentro da quadra e mantenham a calma.

Confusão 
O "roubo" das notas deu início a uma pancadaria generalizada no Anhembi. Cadeiras foram jogadas e as grades que delimitavam as áreas exclusivas para a direção das escolas e o setor dos jurados foram quebradas. A Polícia Militar tentou conter a confusão, mas o número de policiais no local era pequeno, se comparado com o de torcedores.

Com isso, a apuração dos votos dado às escolas foi suspensa. Logo após o incidente, Solange Cruz Bechara, presidente da Mocidade Alegre, afirmou não saber se existia uma cópia da nota dos jurados (que foi rasgada) e afirmou que não considera sua escola a campeã do Carnaval. 

Prisão
A polícia prendeu, no início da noite desta terça-feira (21), dois suspeitos de terem iniciado a confusão no Sambódromo. Por volta das 18h40, um rapaz de 29 anos (integrante da Império da Casa Verde), e outro de 20 anos (integrante da Gaviões da Fiel) estavam detidos na delegacia dentro do sambódromo. O integrante da Casa Verde é suspeito de ser o rapaz que invadiu o setor dos jurados, pegou o papel com as notas, o rasgou e tentou fugir. 

Segundo a polícia, os dois irão responder por danos ao patrimônio público. De acordo com o delegado Oswaldo Gonçalves, o integrante da Império da Casa Verde disse que rasgou as notas em sinal de protesto, pois o acordo da Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo que não foi cumprido. O rapaz teria afirmado ainda que o acordo previa que nenhuma escola fosse rebaixada para o grupo de acesso devido à troca de dois jurados responsáveis pela apuração, ocorrida na quinta-feira (16).

 

 

Veja Relacionados:  resultado, mocidade alegre, confusão, quadra, carnaval 2012
resultado  mocidade alegre  confusão  quadra  carnaval 2012 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping