R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/São Paulo/Notícias

Icone de São Paulo São Paulo

publicado em 04/04/2011 às 18h44: atualizado em: 04/04/2011 às 20h00

Mulher narra por telefone execução
em cemitério de São Paulo

Policiais militares suspeitos de terem cometido o crime foram detidos

Agência Estado

Publicidade

Uma ligação para o telefone 190 do Copom (Centro de Operações da Polícia Militar) de São Paulo, feita em março, mostrou uma execução em tempo real. A testemunha, que permanece sob proteção policial, ligou para a PM e descreveu o crime.

- Olha, eu estou no Cemitério das Palmeiras, em Ferraz de Vasconcelos, e a Polícia Militar acabou de entrar com uma viatura aqui dentro do cemitério, com uma pessoa dentro do carro, tirou essa pessoa do carro e deu um tiro. Eu estou aqui do lado da sepultura do meu pai.

A testemunha não conseguia ver a placa nem o prefixo da viatura policial do local em que presenciou o assassinato. Enquanto falava com o Copom, que gravou a ligação, ela esperou os policiais passarem perto para que pudesse ver os dados da viatura.

Em seguida, o suposto policial autor da execução percebeu a presença da testemunha, parou a viatura e foi em direção a ela. A mulher se antecipou e foi falar com o policial. Segundo a conversa gravada pelo Copom, o policial diz que não havia atirado e, na realidade, estava socorrendo a vítima.

- Estava socorrendo? Meu senhor, olhe bem para a minha cara. Eu não vou [para a delegacia]. Ele falou que estava socorrendo. É mentira. É mentira, senhor. É mentira. Eu não quero conversar com o senhor. E o senhor tem a consciência do que o senhor faz.

Veja como foi a ligação:



Os policiais militares suspeitos de execução registraram um boletim de ocorrência de roubo seguido de resistência e morte, no qual alegavam que o homem morto havia resistido à prisão. Mas a ligação gravada da testemunha contradiz o depoimento dos oficiais.

O caso aconteceu durante o mês de março, porém a PM manteve o caso sob sigilo para preservar as testemunhas. Dois PMs foram detidos e levados ao presídio militar Romão Gomes, na região norte de São Paulo.

A notícia foi publicada no início da tarde desta segunda-feira (4) pelo portal Estadão.com.br.

Cemitério execução PM SP

Testemunha ligou para Copom ao presenciar execução de vítima no cemitério (Foto: José Patrício/AE)

 


 
Veja Relacionados:  testemunha, ligação, narra, crime, execução, cemitério, pm, copom, sp
testemunha  ligação  narra  crime  execução  cemitério  pm  copom  sp 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping