R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/São Paulo/Notícias

Icone de São Paulo São Paulo

publicado em 09/09/2011 às 15h23: atualizado em: 09/09/2011 às 16h05

Advogado de suspeito de crime da Oscar
Freire diz ter "material bombástico"

Leonardo Borges afirmou ter registro de conversas de Zanetti pelo MSN

Érica Saboya, do R7


Publicidade

O advogado de Lucas Rossetti Zanetti, suspeito de ter assassinado dois homens em um apartamento na rua Oscar Freire no dia 23 de agosto disse, nesta sexta-feira (9), que tem material bombástico para provar a versão de seu cliente. Zanetti, de 21 anos, confessou ter matado apenas uma das vítimas, Eugênio Bozola, em legítima defesa. Questionado sobre qual seria o conteúdo do material, o advogado Leonardo Borges disse se tratar de "conversas de MSN" (sistema instantâneo de mensagens pelo computador).

O suspeito chegou para participar da reconstituição do crime por volta das 14h20. Escoltado por policiais, ele entrou sem ser visto pela imprensa. Pouco minutos depois, agentes do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa) e da Polícia Científica também entraram no prédio na zona oeste da capital paulista.

No início da tarde, o delegado Maurício Soares, divisionário do DHPP, voltou a afirmar que a versão de Rosetti - de só ter matado Eugênio Bozola em legítima defesa - é fantasiosa.

- Continuamos com a nossa convicção de que a versão dele é fantasiosa. Mas é um direito constitucional dele [contar sua versão].

Segundo a polícia, a reconstituição será dividida em duas partes. Na primeira, será encenada a versão de Rosseti sobre o que ocorreu no dia do crime. Na segunda, será montada a versão da polícia. Os agentes vão interpretar o papel das vítimas. A polícia não tem previsão do horário em que a reconstituição terminará.

Prisão e versão do suspeito

Lucas Cintra Rosseti foi preso em Sertãozinho, no interior de São Paulo, na manhã de 29 de agosto. No momento da prisão, ele  confessou ter assassinado o dono do imóvel, Eugenio Bozola, mas negou ser o assassino do modelo Murilo Rezende. Ao chegar à delegacia de Sertãozinho, o jovem afirmou que agiu em "legítima defesa".

Após o depoimento do suspeito, o delegado Maurício Soares, da divisão de homicídios do DHPP, afirmou que Rosseti insistiu em dizer que o analista de sistemas Eugenio Bozola o teria dopado e ao modelo Murilo Rezende com um suco que continha calmante. O suspeito alega que tomou menos suco que o modelo e, por isso, teria acordado antes de ser morto. Ainda na versão do suspeito, quando acordou, Rosseti teria visto o modelo já assassinado e teria matado o analista em legítima defesa. 

O delegado afirma que “de forma nenhuma” é possível acreditar na versão de Lucas, e que provas materias do local do crime desmontam o relato do suspeito. Para o policial, o caso está praticamente solucionado, com Lucas sendo o principal suspeito da morte de Eugenio e Murilo. O motivo do crime, entretanto, ainda não foi determinado. 

Após o crime

No final de semana após o crime, o irmão do suspeito, Alex Rosseti, contou que seu irmão dormiu na casa da família na madrugada do dia 24, também em Sertãozinho.

- Ele estava com as mãos machucadas e minha mãe fez um curativo nele. Ele contou para gente que um cachorro tinha mordido as mãos dele. 

Relembre o caso:



reconstituição
(Foto: Werther Santana/AE - Vista do apartamento em que ocorreu o crime, na rua Oscar Freire, região sul de São Paulo)

 


Veja Relacionados:  crime, oscar freire, reconstituição
crime  oscar freire  reconstituição 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping