R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

20 de Setembro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/São Paulo/Notícias

Icone de São Paulo São Paulo

publicado em 16/02/2011 às 06h00:

Polícia deve fazer perícia em carro de
jovem achada morta em matagal

Delegado pretende ouvir irmã gêmea de Vanessa e mais alguns familiares

Do R7

Publicidade

O delegado Zacarias Tadros, responsável pelas investigações da morte da supervisora de vendas Vanessa de Vasconcelos Duarte, afirmou que uma perícia será realizada, nesta quarta-feira (16), no carro que a vítima usava no momento do crime. O corpo da jovem foi encontrado no último domingo (13), em um matagal em Vargem Grande Paulista, na Grande São Paulo. 

A vítima saiu da casa do noivo, Luiz Vanderlei de Oliveira, em Barueri, na Grande São Paulo, com o carro dele, no início da manhã de sábado (12). Os dois se casariam em novembro.  

Zacarias Tadros ouviu, ao menos, quatro pessoas sobre o caso nesta terça-feira (15). Nesta quarta-feira, o delegado também pretende ouvir depoimentos da irmã gêmea de Vanessa e de mais alguns familiares.

Retrato falado

A Polícia Civil divulgou, na manhã desta terça-feira, o retrato falado do suspeito de matar Vanessa. A imagem foi feita a partir do depoimento de uma testemunha. 

De acordo com o delegado Tadros, pelo modo como o crime foi cometido, ele deve ter sido cometido por alguém conhecido.

- Trabalha-se com a hipótese de ser alguma coisa do relacionamento pessoal da vítima.

Desperta a atenção da polícia, sobretudo, a distância de 7 km entre o local onde o corpo de Vanessa foi encontrado e o ponto em que estava o carro que ela dirigia.

- O bandido, quando está numa situação dessas, quer se livrar rapidamente do que está na mão.

Outro ponto que afasta a possibilidade de roubo é o fato de a vítima ter sido dominada no meio do trajeto, provavelmente em uma área habitada.

- A tendência é que ela conhecesse a pessoa, por isso, teria parado no caminho. 

O crime

A supervisora Vanessa de Vasconcellos, de 25 anos, saiu de Barueri, na Grande São Paulo, às 8h de sábado para encontrar as amigas em um posto de gasolina na Raposo Tavares, mas não chegou ao local combinado.

Na mesma tarde, o carro em que a supervisora estava foi encontrado abandonado e o banco traseiro tinha sinais de fogo. Como o veículo era do noivo dela, ele foi o primeiro a ser comunicado sobre o abandono do veículo. Depois, a família registrou um boletim de ocorrência sobre o desaparecimento de Vanessa.

O corpo da jovem foi localizado em uma mata da rodovia Raposo Tavares, em Cotia, e tinha sinais de espancamento e estupro. Segundo a Polícia Civil, a vítima tinha muitos ferimentos no rosto e estava seminua. A poucos metros de onde a vítima estava, a polícia apreendeu um preservativo e duas embalagens. O material será analisado.

Assista aos vídeos:

 

 

 


 
Veja Relacionados:  vanessa,delegado,morte,matagal,perícia,carro
vanessa  delegado  morte  matagal  perícia  carro 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping