R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/São Paulo/Notícias

Icone de São Paulo São Paulo

publicado em 24/02/2011 às 18h37: atualizado em: 24/02/2011 às 20h19

Polícia libera suspeito de envolvimento
em assassinato de Vanessa

No entanto, delegado responsável pelo caso não descartou a participação dele no crime

Do R7, com Rede Record

Publicidade

A polícia liberou na tarde desta quinta-feira (24) o homem que foi detido sob a suspeita de ter participado do assassinato da supervisora de vendas Vanessa Vasconcelos. O delegado responsável pela investigação, Zacarias Tadros, no entanto, ainda não descarta a possibilidade de ele estar envolvido com o crime.

Segundo Tadros, o suspeito, que não teve sua identidade revelada, negou ser amigo de Edson Bezerra Gouveia, mas disse que conhece e reconheceu por meio de fotos o único suposto assassino que teve o nome divulgado pela polícia. Segundo  ele, Gouveia passou a noite de segunda para terça-feira (22) em um casarão em Carapicuíba usado por usuários de droga.

As três testemunhas que foram chamadas à delegacia para tentar reconhecer o suspeito não compareceram ao setor de Homicídios de Carapicuíba, em Santana do Paranaíba. Segundo Tadros, elas ficaram com medo por causa da presença da imprensa do lado de fora do local. Esse teria sido um dos motivos pelo qual o rapaz foi liberado.

A polícia informou que o homem foi encontrado com arranhões no braço. O suspeito foi achado na rua André Ohl, em Carapicuíba, na Grande São Paulo. De acordo com a polícia, houve uma denúncia anônima informando que Edson Bezerra Gouveia (que já foi qualificado pela polícia) estava no endereço mencionado acompanhado do segundo suspeito de matar a supervisora. Segundo Tadros, as características do suspeito detido eram semelhantes às do retrato falado do homem branco (segundo suspeito).

O delegado contou ainda que recebeu pelo menos 300 telefonemas na noite da quarta-feira, três deles "muito concretos".

- Por volta das 18h30, eu recebi três telefonemas muito concretos dizendo que o Buda, o Gigante [Edson Bezerra Gouveia] havia acabado de passar em frente à padaria, bem próxima do bairro de familiares dele, o Santa Terezinha. A pessoa que viu é conhecida de infância dele, mas, infelizmente, não conseguimos prender [Edson].

As ligações telefônicas do suspeito preso também serão analisadas, segundo a polícia.

Assista ao vídeo:

 

 

Crime 

A supervisora de vendas saiu de Barueri, na Grande São Paulo, às 8h do último dia 12 para encontrar as amigas em um posto de gasolina na rodovia Raposo Tavares, mas não chegou ao local combinado. Na mesma tarde, o carro em que a supervisora estava foi encontrado abandonado. O banco traseiro tinha sinais de fogo. Como o veículo era do noivo dela, ele foi o primeiro a ser comunicado sobre o abandono do veículo. Depois, a família registrou um boletim de ocorrência sobre o desaparecimento de Vanessa.

O corpo da jovem foi localizado no domingo (13) em Cotia. Segundo a Polícia Civil, a vítima tinha muitos ferimentos no rosto e estava seminua. A poucos metros de onde o corpo estava, a polícia apreendeu um preservativo e duas embalagens.


 
Veja Relacionados:  identificação,suspeito,caso,vanessa,são paulo
identificação  suspeito  caso  vanessa  são paulo 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping