R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/São Paulo/Notícias

Icone de São Paulo São Paulo

publicado em 10/01/2011 às 12h54: atualizado em: 10/01/2011 às 13h36

Prefeitura anuncia redução no limite
de velocidade em vias de São Paulo

Objetivo é reduzir em 10% o número de mortes no trânsito

João Varella, do R7

Publicidade

A Prefeitura de São Paulo anunciou nesta segunda-feira (10) uma série de metas para o ano de 2011, entre elas a padronização da velocidade máxima de acordo com o tipo de via. Segundo o secretário municipal de Transportes, Marcelo Branco, nenhuma rua vai aumentar a velocidade – todas ficarão como estão ou diminuirão.

Branco mencionou as marginais Tietê e Pinheiros e a avenida 23 de Maio com exemplos de vias que podem passar por essa alteração. O governo não especificou as velocidades máximas em estudo.

Existe, porém, a meta de aumentar a velocidade média dos ônibus nos corredores. O secretário não descarta a possibilidade de aumentar a velocidade para os coletivos nessas vias. Para 2011, está previsto o estudo dessa padronização. A implementação efetiva ainda não tem data certa.

Essa medida se encaixa no grupo de metas da segurança de trânsito. Os outros dois eixos dos objetivos da prefeitura são mudança na matriz energética e mobilidade. Ao todo serão R$ 409 milhões – o de segurança no trânsito ficará com a menor parte do bolo, com R$ 57 milhões. 

A mobilidade urbana, que lida com a velocidade do deslocamento e acessibilidade do transporte público, fica com mais da metade da verba, R$ 263 milhões. Os R$ 89 milhões restantes ficam com a parte de matriz energética, que visa a fazer com que os veículos da cidade poluam menos e se locomovam de forma mais eficiente.

Além do Orçamento já previsto para a Secretaria Municipal de Transportes, parte dessa verba sairá da sobra dos subsídios aos ônibus. O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), anunciou que neste ano a verba dada às empresas para manter o preço da passagem será menor, já que houve aumento na tarifa de R$ 0,30 (a passagem em São Paulo custa, atualmente, R$ 3).

O Orçamento aprovado pela Câmara de Vereadores e sancionado por Kassab prevê gasto de R$ 743 milhões para subsídios. O prefeito disse que a previsão é que sejam gastos nessa rubrica R$ 520 milhões. Portanto, sobrariam R$ 223 milhões para outros projetos.

Mortes

Apesar de ter a menor verba entre os três pilares, a prefeitura anunciou a meta de reduzir em 10% as mortes no trânsito na cidade. Os números de óbitos de 2010 não estão fechados, mas Branco diz estimar que sejam aproximadamente 1.300 vítimas.

A redução na velocidade é uma das medidas que deverão auxiliar o governo municipal a chegar a esse resultado.

Em seu discurso, Kassab exigiu que a Secretaria Municipal de Transportes publicasse o andamento das metas em seu site, até o último dia de fevereiro. O prefeito ainda mandou que o site fosse atualizado ao menos uma vez por mês.

Metrô

Outra promessa feita foi o investimento de R$ 1 bilhão no Metrô, mas Kassab disse que não sabia de onde sairia a verba. A prefeitura já investiu a mesma quantia no Metrô no ano passado. A verba foi obtida graças à venda da folha de pagamento dos funcionários do governo municipal para o Banco do Brasil. Para o R$ 1 bilhão deste ano, Kassab disse que a prefeitura ainda vai estudar uma forma de obter esse dinheiro.

O prefeito também não especificou em qual linha a verba seria colocada.


Veja Relacionados:  trânsito, limite de velocidade,
trânsito  limite de velocidade 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping