R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

31 de Julho de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/São Paulo/Notícias

Icone de São Paulo São Paulo

publicado em 30/03/2011 às 17h36:

Quadrilha presa nesta quarta em SP usava
clonagem de cartões para financiar carros de luxo

Polícia prendeu 12 suspeitos; cinco deles por suposta participação em roubo de motos

Fernando Gazzaneo, do R7

Publicidade

Os suspeitos de integrar uma quadrilha de clonagem de cartões presos nesta quarta-feira (30) usavam o dinheiro para financiar a compra de carros de luxo. O suposto esquema foi revelado pelo delegado Rubens Barazal, titular do 7º Distrito Policial, na Lapa, zona oeste de São Paulo, durante entrevista coletiva nesta tarde. 

Teste: você sabe como evitar que seu cartão seja clonado?

A ação dos criminosos foi flagrada por câmeras de segurança de pelo menos duas agências bancárias da capital paulista. As gravações serviram para a polícia embasar o pedido de prisão temporária feito à Justiça na semana passada e cumprido nesta quarta. Oito suspeitos foram presos. A polícia não soube estimar os prejuízos causados pela quadrilha.

Segundo as investigações, os bandidos agiam de forma rápida, durante o horário comercial das agências bancárias, e não se importavam nem mesmo com a presença de clientes no local. As imagens usadas pela polícia mostram como os criminosos instalavam o equipamento de clonagem nos caixas eletrônicos. Em poucos minutos, eles colocavam dois aparelhos que compunham o “kit chupa-cabra”. Um deles clonava as informações da tarja preta dos cartões das vítimas; e o outro – que contava com uma câmera fotográfica – flagrava o momento em que os clientes colocavam suas senhas para fazer operações bancárias.

Barazal afirmou ainda que a quadrilha era “autosuficiente”. Os equipamentos “chupa-cabra” eram fabricados pelos próprios criminosos. Os bandidos também dividiam entre eles as seguintes funções: instalação dos equipamentos nos locais dos crimes, manutenção e o recolhimento.

O delegado contou que, em uma das ações da quadrilha, a Polícia Militar chegou a ir até a agência bancária em que o golpe estava sendo aplicado. Os PMs, inclusive, fizeram a vistoria nos equipamentos, mas foram embora sem encontrar “nada de errado” devido à semelhança dos equipamentos usados pelos criminosos com os aparelhos verdadeiros dos bancos.

Barazal conta que, com o dinheiro da clonagem, os bandidos financiavam a compra de carros de luxo, para uso próprio. Com os suspeitos, a polícia apreendeu seis carros e duas motos. Entre os veículos apreendidos estão um Hyundai IX35, um Citroen C4, um Honda Civc e um Toyota Corolla.

Boletos
Os bandidos usavam ainda duas empresas registradas (uma de artigos esportivos e uma de eventos) para emitir boletos falsos que eram pagos com os cartões clonados. Quando o dinheiro da empresas de cartões chegava às lojas era repassado aos criminosos. A dona da empresa de eventos, de acordo com a polícia, é irmã de um dos suspeitos preso.

A investigação sobre a quadrilha de cartões durou cerca de três meses e meio e começou quando a polícia investigava um grupo especializado em furto, roubo e desmanche de motocicletas. Cinco pessoas dessa última quadrilha foram presas, também nesta quarta-feira, durante a operação. Uma delas faz parte do grupo que fazia a clonagem dos cartões. De acordo com as investigações, algumas das motos furtadas chegaram a ser usadas na aplicação de golpes em agências bancárias.

A Justiça autorizou a realização de 16 mandados de prisão e busca e apreensão. Desse total, 12 prisões foram realizadas, três pessoas não foram encontradas e uma teria fugido para o Rio de Janeiro, segundo Barazal.

Na casa dos suspeitos, a polícia encontrou diversos equipamentos de clonagem de cartões; cartões de crédito, débito e de lojas; mais de 20 aparelhos celulares; sete computadores; sete TVs de plasma; câmeras fotográficas; e vários documentos.

Peças de veículos desmanchados, que seriam vendidas ilegalmente, também foram apreendidas na casa dos suspeitos de fazer parte da quadrilha de furto de motocicletas. O material seria vendido, ainda segundo as investigações, em um estabelecimento comercial em Guaianazes.

Os 12 suspeitos serão indiciados por formação de quadrilha.

 

Veja Relacionados:  clonagem,cartão,carro,luxo,quadrilha,são paulo,crime
clonagem  cartão  carro  luxo  quadrilha  são paulo  crime 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping