São Paulo

21/11/2012 às 11h20 (Atualizado em 21/11/2012 às 13h48)

Secretário de Segurança Pública de SP deixa o cargo após mais de 300 mortos

Foram 328 pessoas mortas desde o dia 1º de outubro

Agência Estado

com Agência Record

Antônio Ferreira Pinto deixou o cargo de secretário de Segurança Pública de SP Nilton Fukuda/EstadãoConteúdo

Em meio à onda de violência que atinge o Estado, o secretário de Segurança Pública de São Paulo, Antonio Ferreira Pinto, pediu exoneração do cargo nesta quarta-feira (21). O governador Geraldo Alckmin confirmou a informação, por volta das 11h20, durante um evento na zona norte de São Paulo.

O ex-procurador-geral de Justiça de São Paulo, Fernando Grella Vieira, será o novo titular da pasta.

Onda de violência e mortes

Desde o dia 1º de outubro, São Paulo vem vivendo noites e madrugadas violentas com execuções, confrontos, ônibus queimados e tentativas de assassinatos na capital e em diversas cidades do Estado.

Conheça o novo secretário de segurança

Grande SP tem nove mortos e 12 feridos

Leia mais notícias de São Paulo

Do começo do mês passado até as 10h desta quarta-feira (21), 328 pessoas foram mortas em execuções e confrontos com a polícia, segundo levantamento da Agência Record.

Grande São Paulo teve ao menos nove mortos e doze feridos entre a noite desta terça-feira (20) e a madrugada desta quarta-feira (21). Pelo menos três pessoas morreram em uma chacina em Itaquaquecetuba e um perueiro foi assassinado em Guarulhos. E mais um ônibus foi incendiado na zona leste da capital paulista.

Pelo menos 92 policiais militares morreram neste ano em homicídios e latrocínios, segundo dados da SSP (Secretaria de Segurança Pública). No ano passado, 56 agentes foram assassinados.

Chacina deixa ao menos três mortos em Itaquaquecetuba

Ônibus é incendiado na zona leste

Alckmin reconhece "dificuldades" na segurança

Combate à violência

Em reunião realizada no Palácio dos Bandeirantes no dia 6 de novembro, na zona sul da capital paulista, o governador do Estado, Geraldo Alckmin, o secretário de Segurança Pública, Antônio Ferreira Pinto, e o ministro da Justiça, José Eduardo Martins Cardozo, anunciaram a criação de uma agência integrada de inteligência, com o objetivo de combater a violência crescente na capital paulista.

A agência vai atuar na integração das polícias militar, civil e federal. O foco da ação é rastrear os passos do crime organizado e criar uma asfixia financeira nas organizações criminosas que atuam na capital.  

Veja mais notícias na nova Home do R7

Assista ao vídeo:

 

 

 

 

 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Compartilhe
Assalto na Dutra

Empresário morto ao saltar de carro em movimento era fã de armas e velocidade

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Crise no abastecimento

Moradores de Itu são obrigados a improvisar para conseguir água

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
17 anos

Sessão de tortura de garota queimada com cigarro durou quatro horas

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Você moraria nestes lugares?

Veja como estão imóveis que foram cenários de tragédias em São Paulo

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de São Paulo

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!