Sede do PT é atacada com bomba em Jundiaí (SP)

Prédio foi atacado durante manifestações contra o governo no município

Vídeo postado na conta do Facebook do partido mostra os estragos provocados pelo ataque
Vídeo postado na conta do Facebook do partido mostra os estragos provocados pelo ataque Reprodução/Montagem R7

A sede do diretório do PT em Jundiaí, em São Paulo, foi atacada neste domingo (15). Uma bomba de coquetel molotov foi lançada no prédio do partido, nesta tarde, após as manifestações contra o governo.

A Polícia Militar informou que o ataque foi de vândalos e que o incêndio não chegou a atingir todo o prédio. Uma perícia está sendo feito no local. Bombeiros foram acionados e também confirmaram que as chamas foram controladas, mas destruíram parte do imóvel.

A direção do PT local informou que o fogo danificou a recepção. As chamas queimaram cortinas, mesa, cadeira e parte do teto. Documentos acabaram queimados.

Veja as manifestações pelo País 


A sede fica na rua Prudente de Moraes e teve ainda vidros estourado. O prédio e o muro ao lado foram pichados com a frase “Fora PT”. De acordo com a polícia, atearam fogo no imóvel após o fim das manifestações contra o governo federal na cidade.


O presidente municipal da legenda, Arthur Augusto, confirmou, no site do partido, que a sede do partido foi vítima de atentado a bomba, provavelmente tipo “molotov”. O ato de vandalismo causou sérios estragos em uma das salas do imóvel. 

Cerca de 1,4 milhão protestam pelo País neste domingo (15)

“Quero crer que não seja uma ação orquestrada por adversários políticos”, disse Augusto. “Lamentável este tipo de ação que espero que tenho sido de vândalos e não de adversários políticos que durante esta semana estiveram ocupando as redes sociais de maneira oportunista”, afirmou. O líder do partido na Câmara, vereador Gerson Sartori, afirmou em sua página no Facebook, que não é possível ligar o episódio com as manifestações, já que nenhum autor do incêndio foi identificado. A Polícia Civil vai investigar o caso

Imprensa internacional destaca as manifestações

O Partido dos Trabalhadores emitiu nota sobre o episódio:

“Bomba foi jogada na sede do PT de Jundiaí neste domingo

Neste domingo (15/3), o Diretório do Partido dos Trabalhadores de Jundiaí, que fica na rua Prudente de Moraes, região central de Jundiaí, sofreu um atentado. Uma bomba, provavelmente do tipo molotov, foi jogada dentro da sede do Diretório, causando sérios estragos em uma das salas do prédio do partido. O presidente municipal, Arthur Augusto, informa que neste momento está recebendo oficiais da Polícia Militar e da perícia técnica. “Quero crer que não seja uma ação orquestrada por adversários políticos”, diz Arthur. O presidente lamenta o ocorrido e aguarda as investigações. ”Vamos aguardar a PM e a perícia investigarem o que houve e punirem os culpados pelo ataque”. Arthur também ressalta o processo de incitação ao ódio que tem sido amplamente deflagrado em todo o Brasil. “É preciso ter cuidado com o que se divulga porque todos nós podemos ser vítimas desse processo que induz à desinformação, ao desserviço da democracia e, consequentemente, ao ódio que tem se instalado em nosso país”.”