Saúde

5/12/2012 às 15h41 (Atualizado em 5/12/2012 às 16h08)

Cachorros são capazes de detectar câncer de pulmão, segundo estudo

Cães acertaram 70% das provas que foram feitas em pacientes com tumores

EFE

Os cachorros são capazes de detectar uma pessoa com câncer de pulmão graças ao olfato apurado, segundo os resultados de um estudo divulgado nesta quarta-feira (5) na Áustria, que abre a possibilidade de salvar vidas com o descobrimento precoce da doença. Peter Errhalt, responsável de pneumologia do hospital dessa cidade situada a cerca de 100km de Viena, assegurou durante entrevista coletiva em Krems:

— Os cachorros não têm nenhum problema para identificar os pacientes com tumor.

O projeto piloto codirigido por Errhalt analisou 120 provas de testes respiratórios e os caninos acertaram 70% das provas que foram feitas com pacientes com tumores. Os resultados foram tão encorajadores que o experimento será ampliado e terá mais de 1.200 novas provas.

Em dois anos, os cientistas pretendem saber como os cães são capazes de distinguir o câncer somente com o olfato e se é possível aplicar esse método de detecção a outras doenças.

Tabagismo está ligado a 80% dos casos de câncer de pulmão e de laringe

A longo prazo e se os resultados forem bons, os pesquisadores pretendem estudar as células olfativas caninas para desenvolver um modelo de "nariz eletrônico", explicou Michael Müller, do Hospital Otto Wagner, de Viena.

Os médicos indicaram que a taxa de sobrevivência do câncer de pulmão, se descoberto no começo, é de 90%, por isso que, se esse método de detecção for desenvolvido, será possível salvar muitas vidas.

A mortalidade aumenta de forma notável à medida que a detecção é mais tardia e, em conjunto, só 15% das pessoas com câncer de pulmão sobrevivem em situações semelhantes.

— O câncer de pulmão costuma passar despercebido porque não causa dor e, quando é descoberto, às vezes já é muito tarde.

Os especialistas decidiram desenvolver este experimento depois que vários estudos comprovaram o comportamento "anômalo" nos cachorros cujos donos padeciam de câncer.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe

Guia Mais - Saúde

Farmácia/Drogaria
Hospitais
Consultórios
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!