Saúde

27/12/2012 às 11h21 (Atualizado em 27/12/2012 às 12h52)

Calor e chuva elevam em 30% acidentes com animais peçonhentos

Saiba quais cuidados devem ser tomados em caso de picadas

Agência Estado

O tempo quente e chuvoso, característico entre os meses de dezembro e março, eleva em cerca de 30% os acidentes com animais peçonhentos. A estimativa é do Instituto Butantan, da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, que alerta para os cuidados a serem tomados em caso de picadas.

Ao contrário do que se costuma ouvir, não se deve amarrar o local do ferimento, pois pode produzir necrose, além de não evitar a disseminação do veneno, informa o site da secretaria.

Em caso de acidentes com cobras, por exemplo, o Instituto Butantan recomenda, se possível, lavar o local afetado somente com água e sabão e não passar outro produto ou medicação.

Quanto à ferroada de escorpião, a primeira medida que deve ser adotada é pôr compressas de água morna sobre a ferida. Essas medidas ajudam a aliviar a dor até a chegada ao serviço de saúde mais próximo.

Em caso de picadas de aranhas e queimaduras de taturanas, o instituto destaca que é importante não mexer no ferimento e procurar atendimento médico imediatamente.

Para evitar os acidentes, alguns cuidados devem ser adotados: manter limpos quintais, jardins e terrenos baldios; vedar soleiras de portas com saquinhos de areia ou friso de borracha; colocar telas nas janelas; vedar ralos de pia, tanque e de chão com tela ou válvula apropriada; examinar roupas, calçados, toalhas e roupas de cama antes de usá-las; andar sempre calçado e usar luvas ao trabalhar com diferentes materiais.

 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe

Guia Mais - Saúde

Farmácia/Drogaria
Hospitais
Consultórios
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!