Saúde

29/1/2013 às 13h48 (Atualizado em 29/1/2013 às 15h05)

França quer proibir uso duplo de anticoncepcional Diane 35

Nos últimos 27 anos, uso da pílula foi diretamente associado a quatro mortes por trombose 

Agência Estado

A Agência Nacional de Segurança dos Medicamentos e dos Produtos de Saúde (ANSM) da França anunciou ontem que pedirá às autoridades sanitárias do país que proíbam a prescrição do remédio Diane 35 para fins anticoncepcionais. No fim de semana, a instituição divulgou que seu uso foi diretamente associado a quatro mortes por trombose ocorridas nos últimos 27 anos. Outras 25 mortes que teriam como causa coágulos sanguíneos estão sob suspeita.

As dúvidas sobre a segurança de pílulas anticoncepcionais de terceira e quarta gerações cresceram na França nas últimas seis semanas, depois que Marion Larat, de 25 anos, registrou queixa contra o grupo farmacêutico alemão Bayer, por atribuir o acidente vascular cerebral (AVC) que sofreu em 2006 ao uso de outra pílula, comercializada na Europa com o nome de Meliane.

Pílula do dia seguinte não exige receita

Marion sofre de sequelas permanentes. O caso está sendo investigado pela Procuradoria-Geral de Bobigny, em Seine Saint-Denis, periferia de Paris. Na quinta-feira passada (24), 14 reclamações semelhantes foram registradas em conjunto no Tribunal de Grande Instância da mesma cidade.

DIU é mais eficaz que pílula para prevenir a gravidez

O objetivo da ação é pedir uma investigação contra os fabricantes de pílulas contraceptivas de terceira e quarta gerações. A ação também pede a abertura de um processo por homicídio culposo (sem intenção de matar) — e “atentado culposo contra a pessoa humana” contra a ANSM, responsável por verificar a segurança dos medicamentos na França.

Trombose pode causar morte súbita

As queixas foram registradas por 11 vítimas de trombose (uma delas cerebral) e de AVC, todas com idades entre 18 e 46 anos, assim como por familiares de três mulheres mortas. Além do Diane 35, elas também usaram outras marcas comerciais de pílulas de terceira e quarta gerações: Desobel, Gestodene, Ethinylestradiol30, Melodia, Carlin 20, Varnoline, Yaz, Jasmine e Jasminelle.

Em 2010 foi criada a Associação de Vítimas de Embolia Pulmonar (Avep), para advertir a opinião pública sobre os riscos gerados por essas pílulas. O presidente da Avep Pierre Markarian reclama da ineficiência das agências nacional e internacionais de controle de medicamentos.

— “Nós enfrentamos a resistência do corpo médico, de políticos, de associações feministas”. “Há exames para determinar se a pílula convém ou não, se o sangue coagula ou não”.

Proibição

Na segunda-feira (28), Dominique Maraninchi, diretor-geral da ANSM, anunciou que a agência pedirá a interdição da prescrição média de Diane 35 como anticoncepcional. Originalmente, a pílula era um medicamento contra a acne, que, por seus efeitos contraceptivos, foi adotada por quase 315 mil mulheres em toda a França. A medicação também é comercializada no Brasil.

— “É preciso parar com esse uso ambíguo e sua utilização como contraceptivo. É uma situação que durou tempo demais”.

De acordo com ele, “há 25 anos Diane 35 não é autorizado a ser usado como contraceptivo”.

— “É responsabilidade da agência fazer respeitar as indicações”. Apesar do uso difundido, a Bayer nunca teria pedido o registro do medicamento como contraceptivo. “Além disso, nossos experts e ginecologistas consideram que não é um bom anticoncepcional”.

Segundo estudo da ANSM, o uso de Diane 35 aumenta em sete vezes o risco de trombose.

‘Efeitos conhecidos’

Na segunda-feira (28), em resposta, o laboratório Bayer divulgou uma nota na qual frisou que os riscos de coágulos sanguíneos ligados ao tratamento contra acne com Diane 35 “são conhecidos e estão claramente indicados na bula de informação ao paciente”. De acordo com a companhia alemã, o medicamento só deve ser prescrito em casos de acne e “no respeito de suas contraindicações”. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Sonho

Com câncer terminal, pai pede para filha se “casar” aos 11 anos de idade

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Doença estranha

Com condição rara, jovem, de 24 anos, tem 50 orgasmos por dia

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Gravidez de anãs

Mulher do apresentador Marquinhos espera o 1º filho do casal. Veja como é!

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Saúde

  • Últimas de Notícias

Compartilhe
Tragédia

Jovem entra em coma e fica paralítica após colocar silicone nos seios

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Prematuro

Emocionante: Pai de bebê de 680 g registra luta do filho pela vida

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus

Guia Mais - Saúde

Farmácia/Drogaria
Hospitais
Consultórios
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!