Saúde

26/12/2012 às 14h51 (Atualizado em 26/12/2012 às 15h07)

Grupos na internet servem de estímulo para manter a dieta

Emagrecer não é tarefa fácil, por isso não deve ser um processo solitário

Agência Estado

Participar de grupos de discussão online faz bem para quem busca diminuir alguns números na balança. “Isso serve como estímulo para que você compartilhe as conquistas. Também a pessoa que se sente isolada pode se relacionar com as outras”, diz o nutrólogo Durval Ribas Filho.

Para a nutricionista Roberta Stella, o emagrecimento não deve ser um processo solitário. “

— Todos sabem os altos e baixos do processo de emagrecimento. Quando alguém tropeça na alimentação e escreve na comunidade, as pessoas incentivam. Afinal, são pessoas reais que passam pelo mesmo processo”.

Comer gordura na hora certa ajuda a emagrecer

Para a gerente de marketing Viviane Valentin Veiga Rinoli, de 22 anos, que aderiu à ferramenta Dieta e Saúde, um dos recursos mais interessantes é a possibilidade de conversar com outros usuários.

— “Quando a gente desanima, as pessoas dão força. É um apoio que geralmente não recebemos pessoalmente. Ali, todos têm a mesma realidade”.

Ela conta que aderiu ao site depois de fazer várias dietas malucas para tentar se livrar de 15 quilos extras. “

— Pela internet ou até pelo iPhone você entra, cadastra o que você está comendo e consulta quantas calorias ainda pode comer. Facilitou muito”.

Já a técnica judiciária Elaine Santos Paes, de 37 anos, descobriu o Cyberdiet ao ler uma revista que falava das ferramentas virtuais para emagrecer. “

— Acho a internet muito fácil para nós que não temos tempo. Tem o diário de calorias em que a gente coloca o nome dos alimentos e as atividades físicas. É bastante ágil.”

Elaine começou a engordar depois de quebrar o pé e ficar sem poder apoiar o pé no chão por seis meses. Ela, cujo peso costumava variar entre 61 e 66 quilos, chegou a pesar 78 quilos. “

— Entrei em depressão, ficava comendo e dormindo o dia todo. Foi um descontrole total”.

Como dependia de serviços de entrega, submeteu-se a opções pouco saudáveis durante o período. E, mesmo quando se recuperou, manteve hábitos ruins de alimentação. A reeducação alimentar só veio quando passou a assinar os serviços do site. As informações são do jornal o Estado de S.Paulo

 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias

Vitrine de ofertas

Publicidade

Compartilhe
Meningite

Jovem prevê a própria morte e tuíta: "Acho que estou morrendo"

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Aparelho com defeito

Lábio de modelo “derrete” após erro de dentista: “Pareço um monstro”

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Alimento contaminado

Homem quase morre após ingerir comida japonesa contaminada com vermes

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Publicidade
Compartilhe
  • Últimas de Saúde

  • Últimas de Notícias

Compartilhe
Ebola

Mulheres que teriam morrido"ressuscitam" e causam medo e pânico na Libéria

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Superação

Mães não desistem de filhas com doença rara: "É uma luta que vale a pena"

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus

Guia Mais - Saúde

Farmácia/Drogaria
Hospitais
Consultórios
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!