Saúde

6/12/2012 às 01h30 (Atualizado em 6/12/2012 às 01h29)

Menino com coração do ‘tamanho de bola de futebol’ passa por cirurgia arriscada

Liam nasceu com estenose aórtica crítica, condição em que as válvulas do órgão se estreitam

Do R7

Após seis cirurgias, Liam se recupera bem e com boa saúde Reprodução/Daily Mail

Liam Dalgarno, de três anos, que nasceu com o coração inchado, recupera-se milagrosamente depois de passar por uma cirurgia arriscada.

O menino foi diagnosticado com estenose aórtica crítica — condição em que as válvulas do coração se estreitam, causando forte pressão no lado esquerdo do peito e, consequentemente, comprometendo o fluxo de sangue para o corpo e o envio de oxigênio para o cérebro.

Os médicos, segundo o site do jornal Daily Mail, disseram que o órgão estava do ‘tamanho de uma bola de futebol’.

Primeiro bebê a fazer transplante do coração no Reino Unido comemora 25 anos

Seus pais, Kirsty Taylor e Peter Delgarno, de Staffordshire, Inglaterra, disseram que Liam podia morrer se o problema não fosse tratado. Então, decidiram recorrer à cirurgia, mesmo que representasse risco de vida para ele.

Médicos salvam bebê com menor coração artificial do mundo

Foram necessárias seis operações para corrigir o coração. Hoje, Liam se recupera bem e com boa saúde.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias

Vitrine de ofertas

Compartilhe
Meningite

Jovem prevê a própria morte e tuíta: "Acho que estou morrendo"

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Aparelho com defeito

Lábio de modelo “derrete” após erro de dentista: “Pareço um monstro”

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Alimento contaminado

Homem quase morre após ingerir comida japonesa contaminada com vermes

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Publicidade
Compartilhe
  • Últimas de Saúde

  • Últimas de Notícias

Compartilhe
Ebola

Mulheres que teriam morrido"ressuscitam" e causam medo e pânico na Libéria

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Superação

Mães não desistem de filhas com doença rara: "É uma luta que vale a pena"

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus

Guia Mais - Saúde

Farmácia/Drogaria
Hospitais
Consultórios
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!