Saúde

8/2/2013 às 19h09

Morre bebê que estava isolado após interdição de UTI em SP

Agência Estado

Morreu na noite desta quinta-feira (7) um dos três recém-nascidos que estava internado em isolamento no Hospital Municipal Irmã Dulce, em Praia Grande, litoral de São Paulo, após o fechamento da UTI neonatal da unidade para novos pacientes pela Vigilância Sanitária. A interdição ocorreu em razão de uma criança ter contraído infecção causada pela bactéria Acinetobacter baumanii.

De acordo com a Agência Brasil, o hospital informou que os exames laboratoriais não demonstraram a presença da bactéria no bebê, uma menina. O assistente da Diretoria Técnica do Hospital, médico Airton Gomes, ressaltou por meio de nota que os exames apontaram a presença de outro micro-organismo.

A causa da morte será apurada pelo Serviço de Verificação de Óbito (SVO), para onde o corpo foi encaminhado. A menina nasceu em 9 de janeiro, com 1,215 quilo. “Ressaltamos que as crianças prematuras e com baixo peso apresentam elevadas taxas de mortalidade e que esta criança faleceu em decorrência de intercorrências clínicas não relacionadas à supracitada bactéria”, acrescentou o médico.

A UTI neonatal continua interditada para novos atendimentos por tempo indeterminado. Um dos outros dois bebês que permanecem internados apresentou melhora no quadro clínico, mas continua sem previsão de alta médica. O outro permanece em estado grave.

AE

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe

Guia Mais - Saúde

Farmácia/Drogaria
Hospitais
Consultórios
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!