Saúde

7/2/2013 às 16h08 (Atualizado em 7/2/2013 às 16h15)

Mulher faz 14 anos de bronzeamento artificial e fica irreconhecível

Procedimento pode causar rugas prematuras, danificar o DNA e desenvolver o câncer de pele

Do R7

Ao ver o resultado, Kelly diz que foi quem mais apresentou danos na pele Reprodução/Daily Mail

A imagem em profundidade mostra o dano causado no rosto de Kelly Hughes, de 30 anos, depois de 14 anos de bronzeamento artificial.

De acordo com o exame, os raios ultravioletas das máquinas de bronzeamento artificial podem desenvolver rugas prematuras, manchas escuras e, até mesmo, danificar o DNA da pele, segundo o site Daily Mail.

Médicos alertam para vício em bronzeamento

A gerente de contas revela que começou a fazer esse procedimento aos 16 anos.

— Os resultados dos exames me deixaram em estado de choque. Eu fui a quem mais apresentou danos na pele.

Viciada em bronzeamento gasta R$ 87 mil e muda de cor

Dados mostram que fazer o bronzeamento artificial uma ou mais vezes por mês, podem aumentar as chances de câncer de pele em 50%. O melanoma maligno, a forma mais grave da doença, é comum entre pessoas de 15 a 34 anos.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe

Guia Mais - Saúde

Farmácia/Drogaria
Hospitais
Consultórios
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!