R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

28 de Julho de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Saúde/Notícias

Icone de Saúde Saúde

publicado em 20/04/2010 às 10h11:

Ataques de bichos peçonhentos
crescem em SP. Aprenda a se proteger

Maior parte dos acidentes acontecem nas cidades e por escorpiões

Diego Junqueira, do R7

Nos primeiros três meses deste ano, ao menos 2.725 pessoas sofreram ataques de animais peçonhentos no Estado de São Paulo. Apesar de esse número representar uma queda de 38% em relação ao mesmo período de 2009, na comparação ano a ano, esses incidentes continuam aumentando.

De acordo com o Centro de Vigilância Epidemiológica, da Secretaria da Saúde, a maior parte dos acidentes ocorre por escorpiões. No ano passado houve 5.547 casos, um valor 2,3 vezes maior que o de 2000, quando ocorreram 2.379 casos. Quanto às aranhas, o crescimento foi de quase três vezes, já que em 2009 foram 3.264 casos, ante 1.144 do ano 2000. Já os acidentes por serpentes se mantiveram estáveis nos últimos 25 anos em São Paulo, com uma média de 1.860 acidentes por ano.

Mas, ao contrário do que as pessoas imaginam, é nas cidades que acontecem mais casos. As regiões mais afetadas são as periferias das cidades, onde o crescimento urbano gera lixo e entulho que, por sua vez, atraem esses bichos.

Os animais peçonhentos possuem um mecanismo de inoculação, a peçanha, que é utilizada como arma de caça ou de defesa, como, por exemplo, aranhas, cobras, escorpiões, abelhas e lagartas.

Para Francisco Oscar de Siqueira França, médico do Hospital Vital Brazil, no caso das aranhas, o aumento dos números não significa um crescimento dos acidentes, diferente no caso dos escorpiões, em que existe um aumento real de casos, agravados pela expansão urbana. No Brasil, acontecem anualmente 38 mil acidentes por escorpião.

– Com as aranhas, o que talvez esteja acontecendo é que os médicos estão notificando mais casos, além de as pessoas procurarem mais o atendimento. Acreditamos que agora estamos chegando a um patamar próximo ao número real. Já no caso dos escorpiões, os acidentes estão crescendo por causa migração das pessoas para as cidades.

Segundo o biólogo e diretor do Museu Biológico do Instituto Butantan, Giuseppe Puorto, nas cidades os escorpiões se alimentam de baratas, por isso são atraídos por locais onde há coleta irregular de dejetos, como próximo a lixões e entulhos.

– Os escorpiões procuram locais onde encontram abrigo e alimento. Mas não apenas em terrenos baldios e perto de lixões. Dentro de casa eles são atraídos para espaços onde os moradores guardam suas quinquilharias. Essas condições favorecem o encontro do homem com o animal, ocasionando os acidentes.

Apesar do aumento de acidentes, o número de óbitos não cresceu, pois o poder de morte desses animais é muito baixo.

Cobras atacam no campo

Diferente dos acidentes com aranhas e escorpiões, as picadas por cobras são mais comuns nas zonas rurais, atingindo principalmente os trabalhadores do campo.

A diretora técnica da divisão de Zoonoses da Secretária Estadual da Saúde, Melissa Mascheretti, ressalta que as cobras não são agressivas e que somente atacam quando se sentem ameaçadas.



Nas cidades elas também são encontradas. Só na Grande São Paulo, ocorrem cerca de 300 acidentes por ano, principalmente em regiões próximas a matas, como na represa Guarapiranga, serra da Cantareira e Pico do Jaraguá.

Para todos os acidentes com animais peçonhentos, o mais indicado é lavar o local com água e sabão e procurar um serviço de saúde. Nunca se deve amarrar o local ou sugar o veneno. Conheça os mitos e as verdades sobre os acidentes por animais peçonhentos.

Queda de acidentes em 2010

De acordo com Mascheretti, não existe um motivo claro para a redução de ataques desses bichos entre janeiro e março deste ano, mas ela diz que as mudanças ambientais e climáticas devem ter contribuído.

– O aumento da chuva reduz os acidentes, pois os animais não saem de seus abrigos. Outra razão podem ser as ações de controle, como o manejo de animais.

Veja Relacionados:  Peçanha, animais peçonhentos
Peçanha  animais peçonhentos 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping