R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

31 de Outubro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Saúde/Notícias

Icone de Saúde Saúde

publicado em 27/01/2012 às 17h28:

Bactéria que come carne humana quase mata tenista britânica

Nível de infecção é tão alto que costuma matar três em cada quatro que a contraem

Do R7

Publicidade

A tenista Kate White, de 32 anos, contraiu uma bactéria que assusta até mesmo os médicos. Seu principal sintoma é deixar a pele com aspecto necrosado, como se ela estivesse sendo devorada aos poucos.

"Milagre" salva mãe do coma e bebê com doença grave

Antes de entrar em coma e quase morrer diante do nível da infecção, Kate chegou a pensar que as pequenas feridas com pus que surgiam no seu cotovelo esquerdo eram uma reação a uma picada de inseto.

Mas por não se curarem com rapidez, Kate foi ao hospital onde lhe deram uma tipoia de apoio e receitaram remédio para dor. O que não funcionou.

Dias depois, com uma dor alucinante, ela voltou ao hospital onde entrou em coma.

Foi então que os médicos descobriram que Kate tinha fascite necrosante, uma infecção bacteriana que destrói a pele e os tecidos moles abaixo dela, incluindo a gordura e o tecido que cobre os músculos.

A condição é muitas vezes referida como "uma bactéria comedora de carne", porque ela se espalha através dos tecidos moles, liberando toxinas que destroem os tecidos. Mas pouco se sabe os fatores de risco para a infecção.

Os cirurgiões passaram quatro dias cortando a carne infectada em volta do braço de Kate na tentativa de impedir que a infecção se espalhasse. Mas antes da operação, a família de Kate teve que assinar uma declaração permitindo que os médicos amputassem seu braço a fim de salvar sua vida. Segundo os médicos esse tipo de infecção que mata, em média, três entre quatro pessoas que a contraem, e ela já havia se infestado no braço de Kate.

Cerca de uma semana depois, Kate saiu do coma.

- Os médicos me disseram que nunca tinham visto alguém tão doente como eu, que tinha sobrevivido. Eu tenho sorte de estar viva.

 
Veja Relacionados:  bactéria carne humana
bactéria carne humana 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping