R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

28 de Novembro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Saúde/Notícias

Icone de Saúde Saúde

publicado em 01/09/2010 às 10h00:

Internações por doenças causadas
pela falta de saneamento diminuem no Brasil

No entanto, desigualdade cresce entre Estados mais e menos desenvolvidos

Do R7, no Rio

Publicidade

O número de internações por doenças relacionadas ao saneamento ambiental inadequado no Brasil caiu 42% em 15 anos, entre 1993 e 2008, como apontam os Indicadores de Desenvolvimento Sustentável 2010 divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), nesta quarta-feira (1º). Foram 732,8 internações para cada cem mil habitantes em 1993, contra 308,8 em 2008.

Apesar disso, o levantamento mostra uma desigualdade entre as regiões do país. Em 2008, enquanto no Norte do país 654 pessoas para cada cem mil habitantes foram internadas, no Sudeste a relação foi de 126. Naquele ano, enquanto os Estados de Piauí e Pará tinham em torno de 900 internações por cem mil moradores, em São Paulo esse volume não chegou a 80, de acordo com o estudo.

As doenças de transmissão feco-oral (como diarreias, febre decorrente de problemas no intestino e hepatite A), correspondem a 80% do total de internações por doenças relacionadas ao saneamento ambiental inadequado na maioria dos anos analisados.

As diarreias, diz o estudo, atingem principalmente as regiões menos desenvolvidas e se transformam em um problema ainda maior quando aliadas pessoas com saúde debilitada (pessoas com Aids, por exemplo) e a desnutrição, sendo apontada como uma das principais causas para a mortalidade infantil.

Além de diarreia, também fazem parte do quadro de doenças relacionadas ao saneamento ambiental inadequado a febre amarela, leptospirose, micoses, leptospirose, entre outras.

Outro dado que apresenta melhoras é o de mortalidade infantil. Segundo o analista de pesquisas do IDS, Judicael  Clevelario Junior, o quadro ainda precisa melhorar muito.

- Os índices de mortalidade infantil vêm caindo. Passamos de mais de 50%, em 1990, para pouco menos de 25%, em 2008. Essa queda mostra uma boa evolução, mas ainda são números que ficam abaixo dos recomendados pela OMS (Organização Mundial de Saúde).

O conceito de saneamento básico da Funasa (Fundação Nacional de Saúde) engloba abastecimento de água potável, a coleta, o tratamento e a disposição do esgoto e o dos resíduos sólidos e gasosos; limpeza urbana, drenagem, controle de vetores (transmissores) de doenças, disciplina da ocupação e uso do solo, além de obras de estrutura para proteger e melhorar condições de vida.

Veja Relacionados:  saneamento, internacoes
saneamento  internacoes 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping