R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

21 de Outubro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Saúde/Notícias

Icone de Saúde Saúde

publicado em 20/04/2011 às 15h08:

Intoxicação provoca mais de 1.200
internações de crianças por ano em SP

Dentro de casa, os vilões são os medicamentos e os produtos de limpeza

Diego Junqueira, do R7

Publicidade

No ano passado, 1.234 crianças foram internadas por algum tipo de intoxicação no Estado de São Paulo. Isso significa que, a cada dia, mais de três crianças precisam ir a hospitais e postos de saúde porque estão sofrendo reações tóxicas. Os dados da Secretaria Estadual de Saúde mostram que, se forem consideradas apenas as intoxicações por medicamentos e produtos de limpeza, são 860 crianças internadas em 2010. O mais preocupante, nesses casos, é que a maior parte dos acidentes ocorrem dentro de casa.

A principal explicação para esse tipo de acidente é a falta de cuidado dos pais ou dos cuidadores, afirma a pediatra Silvia Moreno Navarro, do Hospital Infantil Darcy Vargas.

- No caso dos produtos de limpeza, alguns não estão nas embalagens próprias ou então são guardados em locais inadequados, como na parte de baixo de armários.

Segundo Silvia, entre crianças com até um ano de idade, a maior parte das intoxicações ocorre porque os pais administram remédios inadequados para a faixa etária do bebê. Já entre as criança com até quatro anos de idade, que já começaram a caminhar, o maior risco é que elas colocam na boca, por conta própria, produtos de limpeza e remédios.

- Elas ingerem os medicamentos pensando que são balinhas coloridas.

Os número da secretaria de saúde revelam ainda que a maior parte das intoxicações são registradas sem identificação exata da substância: 383 crianças foram internadas em 2010 nessa situação.

Segundo o médico Anthony Wong, diretor do Ceatox (Centro de Assistência Toxicológica), ligado ao Instituto da Criança do Hospital das Clínicas de SP, um dos problemas em atender crianças nessa situação é que “muitas vezes a mãe fabrica a história ou exagera os sintomas”.

- Ou então a mãe nega que o acidente tenha sido em casa e diz apenas que a criança acordou com sono ou esquisita.

Sintomas

Os sintomas de uma intoxicação dependem da substância ingerida. No caso dos remédios, os calmantes podem provocar sono, por exemplo, e os xaropes podem alterar a pressão sanguínea. Já produtos de limpeza, como detergente, desinfetante e soda cáustica, corroem o sistema gastrointestinal, diz Wong.

- Mas às vezes os sintomas não aparecem imediatamente. Pode demorar para provocar a queimação.

Independentemente dos sintomas, os médicos dizem que não é aconselhável dar água ou leite para a criança nem induzi-la ao vômito, já que essas medidas podem agravar a intoxicação. A recomendação é buscar a ajuda de um profissional.

Para isso, o Ceatox disponibiliza um número de telefone para atendimentos rápidos. Antes de sair de casa correndo até um posto de saúde, ligue para 0800 01 48 110 e veja se um médico pode te ajudar por telefone.

- A intoxicação pode ser grave, mas às vezes a criança só encostou a boca e não tem problema nenhum. Esse número tem que estar na sua geladeira, porque um acidente pode acontecer e o mais comum é a pessoa fazer algum procedimento errado.

Veja Relacionados:  Intoxicação
Intoxicação 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping