R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

21 de Outubro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Saúde/Notícias

Icone de Saúde Saúde

publicado em 04/12/2009 às 06h00:

O que é alergia e como ela se manifesta

No calor, as alergias mais comuns são as dermatites de contato e as de picada de insetos

Cláudia Pinho, do R7

Mas as alergias não se restringem apenas a uma estação do ano. O que acontece é que, dependendo do clima, há um favorecimento de tipos específicos. Estima-se que no Brasil, 30% da população sofram de algum tipo de alergia. Alergia é uma reação exagerada do organismo a alguns estímulos externos comuns a todas as pessoas, como poeira, ácaro, polens das flores, fungos, pelos de animais, determinados alimentos e medicamentos.

Ainda não se sabe exatamente porque algumas pessoas são mais alérgicas do que outras, mas, em todos os casos, há a influência da genética. As chances de uma pessoa desenvolver algum tipo de alergia se o pai for alérgico é de 15%. No caso da mãe ser alérgica, esse índice sobe para 50%. Se ambos tiverem algum tipo de alergia, a probabilidade do filho também ser alérgico pode chegar a 80%. E não necessariamente ter o mesmo tipo de alergia. Pais que tenham rinite, por exemplo, podem ter filhos com alergia alimentar ou alguma dermatite.

As alergias aparecem com mais frequência ainda na infância, porém, elas podem surgir em qualquer idade. Mas, segundo Fábio Castro, alergista do Hospital das Clínicas de São Paulo, “a pessoa só vai apresentar os sintomas depois de ter entrado em contato com o alérgeno [elemento que dispara a alergia] anteriormente”.

- Há o que chamamos de período de sensibilização, que é o tempo entre o primeiro contato da pessoa com aquilo que lhe dá alergia até a apresentação dos sintomas. Ninguém terá reação alérgica ao ser picado por uma abelha pela primeira vez, por exemplo. Pode ser que ela reaja na segunda ou na décima picada, não dá para saber.

Por isso, é comum um adulto, depois de anos comendo todo tipo de alimento, descobrir-se alérgico ao amendoim, ao glúten ou até mesmo ao leite, alguns dos principais ingredientes que causadores de alergia. Assim como ocorre nas dermatites de contato. Alguém que sempre usou bijuteria ou esmalte nas unhas pode apresentar uma reação a esses elementos de um dia para o outro. É como se a alergia estivesse adormecida, esperando o momento certo de aparecer.

Foi o que aconteceu com a aposentada Anna Elizabeth de Souza, 66 anos. Ela diz que sempre teve rinite alérgica, mas há 15 anos foi diagnosticada com alergia a glúten, uma proteína encontrada no trigo, na aveia, no centeio, na cevada e no malte.

- Comecei a ter coceiras terríveis nos cotovelos e joelhos, além de perder 20 quilos. Até que o médico pediu um exame de sangue e diagnosticou minha alergia. Hoje, sou obrigada a ler todos os rótulos de produtos e não como absolutamente nada que contenha glúten. Não posso comer nada fora de casa, um sanduíche, um salgado, nada.

A reação alérgica acontece porque o organismo confunde algumas substâncias inofensivas com outras nocivas, fazendo com que o sistema imunológico reaja criando anticorpos para atacar os supostos inimigos.

 
Veja Relacionados:  alergia, dermatite, insetos
alergia  dermatite  insetos 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping