R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

17 de Setembro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Saúde/Notícias

Icone de Saúde Saúde

publicado em 13/10/2010 às 18h19:

OMS quer erradicar tuberculose em até cinco anos

Brasil, que tem 57 milhões de infectados, também vai participar do plano

Da Agência Brasil

Publicidade

A OMS (Organização Mundial da Saúde) lançou nesta quarta-feira (13) um plano internacional para a eliminação da tuberculose no prazo máximo de cinco anos. O combate será priorizado em 22 países, dentre eles o Brasil.

Cerca de 10 milhões de pessoas são infectadas por ano, das quais 4 milhões são mulheres e crianças. Pelas estimativas mais recentes da organização, pelo menos 2 milhões morrem anualmente em decorrência da tuberculose.

O SUS (Sistema Único de Saúde) oferece o medicamento contra a doença de graça na rede pública. E, como divulgou o Ministério da Saúde em maio deste ano, o remédio distribuído, então importado, será produzido no país, por meio de um acordo entre empresas públicas e privadas.

O objetivo do plano lançado hoje é aperfeiçoar a prevenção da tuberculose, o diagnóstico e o tratamento da doença. Os países com maior incidência da tuberculose no mundo estão concentrados na África e na Ásia, de acordo com a OMS.

A diretora-geral da entidade, Margaret Chan, afirmou que é urgente uma ação conjunta de todos os países na busca da erradicação da doença. Segundo ela, os programas de combate à tuberculose têm registrado “queda lenta” nas ocorrências desde 2004. O plano lançado hoje inclui diagnósticos rápidos, testes eficazes, tratamentos específicos e vacina.

Para a implantação do plano, a OMS pretende repassar para os países onde a incidência da doença é considerada elevada cerca de R$ 61 milhões (US$ 37 milhões). Serão aproximadamente R$ 4,6 milhões por ano (US$ 2,8 milhões). Para os especialistas, é fundamental obter mais recursos para o desenvolvimento de pesquisas da ordem de R$ 16,5 bilhões (aproximadamente US$ 10 bilhões).

Uma das preocupações dos especialistas é que doentes contaminados pelo vírus da Aids têm seu estado de saúde agravado quando também contraem tuberculose. De acordo com a OMS, cerca de 500 mil doentes com HIV também têm tuberculose.

Brasil vai integrar plano da OMS

O Brasil faz parte do grupo de 22 países que concentram 80% dos casos de tuberculose em todo mundo e integrará o plano da OMS para eliminação da doença.

O Ministério da Saúde alerta que a doença ainda consiste em um importante problema de saúde pública no país, com cerca de 57 milhões de pessoas infectadas (pessoas que têm o bacilo, mas não necessariamente manifestam a doença).

Anualmente, são notificadas aproximadamente 72 mil novas infecções no Brasil, além de 4.700 mortes. A incidência estimada é de 37,8 casos para cada 100 mil brasileiros, sendo que 60% deles se concentram nos 181 maiores municípios do país.

Apesar dos altos índices, as taxas de incidência e de mortalidade por tuberculose, de acordo com o ministério, estão em queda há mais de uma década. Nos últimos 19 anos, os novos registros caíram 26% e as mortes, 32%.

O Brasil é signatário da Declaração do Milênio que estabelece, entre outras metas, reduzir à metade (em relação a 1990) a incidência e a mortalidade por tuberculose até 2015. De acordo com o ministério, o país deverá atingir a meta antes do período determinado. No longo prazo, o objetivo é eliminar a tuberculose como problema de saúde pública até 2050.

A estimativa do governo brasileiro é chegar a 2011 com menos de 70 mil novos casos e a 2015 com 45 mil novos casos anuais.

Veja Relacionados:  tuberculose
tuberculose 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping