R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Saúde/Notícias

Icone de Saúde Saúde

publicado em 30/08/2011 às 12h40:

Proteína de laticínios ajuda a
perder barriga e ganhar músculos

Pesquisa mostra efeitos em mulheres na pré-menopausa

Do R7

Publicidade

Novas pesquisas mostram que um alto teor de proteínas tem um impacto bastante positivo sobre o nosso corpo, ajudando a diminuir a barriga e aumentar a massa muscular magra, principalmente quando essa proteína vem de produtos lácteos. Queijo, leite e iogurtes são exemplos de laticínios e fonte de proteínas.

O estudo, publicado na edição de setembro do Journal of Nutrition, comparou três grupos de pessoas mulheres na pré-menopausa, com sobrepeso e obesas, mas saudáveis. Cada um consumindo quantidades baixas, média ou alta de alimentos lácteos junto com quantidades maiores ou menores de proteínas e carboidratos.

As mulheres exerceram sete dias por semana durante quatro meses, uma rotina que incluiu cinco dias de exercícios aeróbicos e dois dias de musculação.

Segundo os pesquisadores, houve perdas de peso total idêntico entre os grupos, mas o grupo que consumiu o alto teor de proteínas proveniente de produtos lácteos teve mais perda de gordura corporal e abdominal, além de maior ganho de massa magra e maior ganho de força.

A composição do tecido, exclusivamente de gordura, que as mulheres perderam tem profundas implicações para a saúde a longo prazo, dizem os pesquisadores.

“Todo o peso perdido pelo alto teor de proteínas de produtos lácteos foi de gordura. E os participantes ganharam massa muscular, o que é uma grande mudança na composição corporal", diz Andrea Josse, principal autora do estudo e estudante de graduação no Departamento de Cinesiologia da Universidade McMaster.

- O ganho de músculos é muito importante para manter a taxa metabólica e prevenir a recuperação do peso, que pode ser um grande problema para muitos que tentam perder peso.

Os pesquisadores descobriram que o grupo que consumiu laticínios de baixa proteína perdeu cerca de um quilo e meio de músculo enquanto o grupo que consumiu laticínios de média taxa proteica perdeu quase nenhum músculo.  Já o grupo que consumiu produtos lácteos de alta carga proteica realmente ganhou um quilo e meio de músculo, o que representa uma diferença de três quilos entre os outros grupos.

Em cima das diferenças de massa muscular, o grupo que consumiu produtos lácteos com mais proteína perdeu duas vezes mais a gordura da barriga, do que as mulheres dos demais grupos.

- A gordura do abdômen é especialmente ruim para a saúde cardiovascular e metabólica, e parece que, de acordo com o que encontramos neste estudo, o aumento de cálcio e proteína na dieta pode ajudar a promover ainda mais a perda de gordura da área de armazenamento pior no corpo.

Segundo Stuart Phillips, professor do Departamento de Cinesiologia, as mulheres que mais consumiram proteínas também ficaram mais fortes.

- Essas mulheres também estão mais fortes, o que reduz risco de doenças.


 
Veja Relacionados:  proteína,
proteína 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping