R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

24 de Abril de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Saúde/Notícias

Icone de Saúde Saúde

publicado em 15/11/2009 às 06h00:

Tire suas dúvidas sobre o uso da pílula do dia seguinte

Especialistas dizem que o medicamento é seguro, não abortivo, e sem contra-indicações

Camila Neumam, do R7
A contracepção de emergência, mais conhecida como pílula do dia seguinte, ainda é motivo de incerteza para muitas mulheres. Dúvidas sobre como ela deve ser tomada, se é eficaz, ou mesmo se tem efeitos colaterais são comuns entre elas. Para acabar com o "diz que me diz" a respeito, o R7 consultou especialistas que desvendam os mitos acerca da pílula e explicam sua verdadeira utilidade.
 
A pílula do dia seguinte é indicada para mulheres que fizeram sexo sem nenhum tipo de método anticoncepcional por parte dela ou do parceiro. O intuito é evitar a gravidez. Mas, diferente do que pode parecer, ela não é um método anticoncepcional e nem deve ser usado como tal, segundo os especialistas.
 
Uma pesquisa realizada em 2008 revelou que 20% das jovens paulistas usam a pílula do dia seguinte regularmente para evitar a gravidez, mas desconhecem os efeitos de sua utilização contínua ou os problemas que isso pode causar.
 
- O nome já diz, deve ser usado em casos de emergência, usado em uma situação especial. O uso da pílula tem que ser encarado como qualquer medicamento e não pode ser substituído pelo uso do preservativo. O uso tem que ser racional e sempre da maneira correta. O uso incorreto, claro, pode causar problemas, diz a especialista em saúde e direitos reprodutivos, Margareth Arrilha, diretora-executiva da CCR (Comissão de Cidadania e Reprodução).
 
Para o ginecologista Jefferson Drezett, médico ginecologista do Centro de Referência da Saúde da Mulher do Hospital Pérola Byington, vale frisar que o medicamento é "extremamente seguro e não tem contra-indicações" e ao contrário do senso comum não é uma "bomba de hormônios".
 
- Não é uma bomba hormonal como dizem. A pílula do dia seguinte do modelo mais moderno corresponde a 30% de hormônios contidos em uma cartelinha de anticoncepcional de baixa dose.
 
Abaixo listamos as principais perguntas sobre o uso da pílula junto com as respostas dos especialistas.
 
É necessário receita médica para ter acesso à pílula?
 
Drezett - Formalmente sim para mostrar na farmácia como qualquer medicamento, mas na prática não. A receita é dada geralmente por um ginecologista. 
 
Margareth - É possível comprar em fármacias sem receita, mas a contracepção de emergência faz parte da lei de planejamento familiar e nossa constituição estabelece que homens e mulheres tenham acesso a todos os contraceptivos para uso pelo sistema público. 
 
Há um limite na quantidade de pílulas que podem ser tomadas ao longo da vida?
 
Drezett - Não tem. A gente garante toda essa segurança no uso quando ele é eventual. Quando é usado de forma racional e sem abuso é extremamente bem tolerado e extremamente seguro. Você pode ver problema no abuso de Novalgina, mas não desse remédio. Quando o uso se repete é que algo está errado na vida dessa pessoa. Quanto menos a mulher precisar usar, melhor.
 
 
Margareth - Não existe. É logico que é importante que a gente note que o nome do medicamneto é anticoncepcional de emergência. Mas todas as pesquisas realizadas no Brasil têm mostrado que as mulheres não abusam. Temos só que incrementar a responsabilidade.
 
 
O uso frequente altera a fertilidade?
 
Drezzet - Não há nenhuma evidência sobre isso ou em outra parte do trato genital.
 
Margareth - Não, de maneira nehuma ela vai deixar de ser fértil. A gente apenas recomenda que se pelas experiências sexuais dessa mulher isso vem acontecendo várias vezes, de repente seja mais interessante usar um método de uso contínuo, de forma que as deixem mais seguras.
 
Desregula o ciclo menstrual?
 
Drezzet - não, de forma nenhuma.
 
Margareth - Não desregula o ciclo, ao contrário, as pesquisas mostram que a medicação que foi ingerida não interfere na constituição básica do ciclo reprodutivo e faz a menstruação vir na data certa.
 
É abortivo?
 
Drezzet - Não é. É importante que a mulher saiba que não está fazendo um aborto, está usando um método legal, como qualquer outro.
 
Margareth - A pílula não é abortiva. Essa é a objeção maior. O uso da pílula pode evitar que um aborto venha se suceder. Se a relação sexual foi desprotegida, isso significa que não se deseja uma eventual gravidez. Nesse caso é possível evitar uma abortamento sabe-se lá em qual situação.
 
Causa sangramento? Se sim, é preocupante?
 
Drezzet - Não existe um sangramento imediato. De acordo com os dados da OMS, em quase 70% das mulheres que usam concepção de emergência o sangramento menstrual vem na data certa. [ Elas] não vão ter nenhuma mudança de padrão na menstruação, só em 15% vem com atraso.
 
Margareth - O sangramento pode ocorrer e é super normal. Pode ainda haver reações como vômitos, dores nas mama, cólicas, mas todos passam em 24 horas. A mulher tem que entender que ela está ingerindo hormônios que vão provocar pequenos efeitos colaterais.
 
Há contra-indicação?
 
Drezzet - Não existe nenhuma restrição. A OMS classifica todos os medicamentos com chances de causar transtornos e contra-indicações. A contracepção de emergência não tem nenhum tipo de contra-indicação, só se a mulher estiver grávida, e adotamos isso no Brasil. O medicamento é de elevada segurança.
 
Não restrição nem para adolescentes a medida que já tiveram a primeira menstruação e começaram a vida sexual. Essa menina pode usar com a mesma segurança e com as mesmas indicações. A dose de medicamento é plenamente aceitável para adolescentes.
 
Margareth - Não há. [A pílula] é uma alternativa contraceptiva a mais e muito importante para evitar uma gravidez indesejada e possivelmente um aborto.
 
 
Veja Relacionados:  pílula do dia seguinte
pílula do dia seguinte 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping
Monitor Monitor Wal-Mart R$ 348,00
Fogão Fogão Mania Vi R$ 580,41
Blu-Ray Player Blu-Ray Pl Saraiva R$ 449,00
Blu-Ray Player Blu-Ray Pl Saraiva R$ 299,00