Saúde

25/2/2013 às 08h09

Surf

Agência Estado

Há muito tempo que o surf deixou de ser uma atividade praticada por determinadas tribos de jovens. Hoje as escolhinhas de surf democratizaram o esporte que vem sendo realizado por crianças, mulheres e até adultos que buscam uma alternativa para praticar atividades físicas fora das academias. Além do cenário inspirador, do bem estar de realizar um esporte em pleno mar, o surf provoca uma queima de 600 calorias por hora, tonifica os músculos e ajuda a combater os estresse e a ansiedade. Até mesmo em cidades sem praia o surf pode ser praticado. Algumas academias já disponibilizam aulas dentro da piscina, onde o aluno tem os primeiros contatos com a prancha e situações semelhantes a que enfrentará sobre as ondas do mar. O surf ajuda a fortalecer os músculos do peito, braços, costas, glúteos e panturrilha. Ele melhora a flexibilidade e o equilibrio. Aliás, os modelos mais indicados de prancha para a iniciação no esporte é a "fun board" ou "long board", que garantem mais estabilidade. Procure ainda pranchas do tipo "soft board", que são mais seguras. Elas são confeccionadas com cobertura de espuma, sem pontas e com quinas de plástico flexível. A roupa ideal é a de neoprene (espécie de borracha). Além de confortável, ela mantém o corpo aquecido nos dias frios. Por Yasmin Barcellos
  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias

Vitrine de ofertas

Compartilhe
Meningite

Jovem prevê a própria morte e tuíta: "Acho que estou morrendo"

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Aparelho com defeito

Lábio de modelo “derrete” após erro de dentista: “Pareço um monstro”

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Alimento contaminado

Homem quase morre após ingerir comida japonesa contaminada com vermes

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Publicidade
Compartilhe
  • Últimas de Saúde

  • Últimas de Notícias

Compartilhe
Ebola

Mulheres que teriam morrido"ressuscitam" e causam medo e pânico na Libéria

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Superação

Mães não desistem de filhas com doença rara: "É uma luta que vale a pena"

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus

Guia Mais - Saúde

Farmácia/Drogaria
Hospitais
Consultórios
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!